Magalu compra plataforma Sode e avança no mercado de entregas ultrarrápidas

Magalu compra plataforma Sode e avança no mercado de entregas ultrarrápidas

Por Roseli Andrion | Editado por Claudio Yuge | 26 de Julho de 2021 às 22h00
Magazine Luiza

Entregas ultrarrápidas são, atualmente, um dos diferenciais do varejo eletrônico brasileiro. Para se destacar dos concorrentes, o Magalu acaba de concluir a aquisição da plataforma de logística urbana Sode. Essa não é a primeira compra da companhia no segmento: em 2018, comprou a Logbee, e, em 2020, a transportadora GFL e a plataforma de tecnologia SincLog.

Presente em oito estados (São Paulo, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Piauí e Sergipe), a Sode tem mais de mil entregadores ativos, que fazem cerca de 2 milhões de entregas por ano. A empresa tem tecnologia proprietária especializada em gestão, roteirização e rastreamento de entregas realizadas por parceiros.

Como parceira do Magalu, a Sode já atuava na entrega de pedidos em até 1 hora. A taxa de conversão é 62% maior para pedidos com entrega ultrarrápida em comparação com o prazo de 48 horas. Segundo Luís Fernando Kfouri, diretor de operações logísticas do Magazine Luiza, nas lojas em que esse serviço foi implementado, ele representa de 70% a 80% das vendas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Entregas ultrarrápidas

Imagem: Reprodução/Unsplash/RoseBox

Com a aquisição, o Magalu pretende acelerar a expansão da entrega ultrarrápida, que atualmente já é oferecida em 140 lojas de 30 cidades — ainda em 2021, a ideia é ter a opção em todas as capitais. E mais: em breve, a Sode fará entregas ultrarrápidas para os vendedores do marketplace do Magalu e para os restaurantes parceiros da AiQFome.

A disputa pela oferta da entrega mais rápida foi parar no Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) em junho: Magazine Luiza e Mercado Livre recorreram ao órgão para saber quem tem a entrega mais rápida do Brasil. Por enquanto, o Magazine Luiza ganhou, mas o Mercado Livre promete recorrer.

Outros concorrentes também buscam fazer entregas cada vez mais rápidas. O Universo Americanas, que usa a plataforma logística Let’s, fez 44% das entregas em até 24 horas e 14% em até 3 horas no primeiro trimestre de 2021. Já a Via faz 42% das entregas em 24 horas. Em dois dias, são 65%.

Outras aquisições

Outro objetivo do Magalu é atuar no segmento de entrega de refeições. Para isso, adquiriu os aplicativos AiQFome e ToNoLucro, e as plataformas GrandChef e Plus Delivery. “Alimentos e produtos de supermercado estão entre nossos principais drivers de crescimento para o futuro. O principal racional estratégico para isso é o aumento da frequência de compra no nosso superapp”, afirma Frederico Trajano, CEO do Magazine Luiza.

Arte: Divulgação/Francielle Lima

Além disso, a companhia acaba de captar quase R$ 4 bilhões, em um follow on (uma nova oferta de ações ao mercado). O dinheiro será usado para financiar a compra da plataforma de e-commerce Kabum!, anunciada há dez dias. Estimado em R$ 3,8 bilhões, esse foi o maior negócio da história do Magazine Luiza. A operação envolveu dinheiro e ações.

Os recursos devem, ainda, ser usados para a expansão do Magalu em novos mercados e o pagamento de aquisições estratégicas. Devem, ainda, financiar investimentos em logística, com abertura de novos centros e hubs de distribuição.

Fonte: Neofeed

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.