QuintoAndar lança programa de formação em tecnologia grátis para pessoas negras

QuintoAndar lança programa de formação em tecnologia grátis para pessoas negras

Por Rui Maciel | 11 de Janeiro de 2021 às 18h35
Captura da imagem: Rui Maciel

O QuintoAndar anunciou nesta segunda-feira (11) o lançamento do seu primeiro programa de formação em tecnologia exclusivo para pessoas negras. O projeto leva o nome de Código Preto, é totalmente gratuito e oferece 50 bolsas de estudos para o curso de Programação Web Full Stack, que será ministrado pela Digital House.

Voltado para profissionais em início de carreira, o Código Preto é exclusivo para pessoas autodeclaradas pretas ou pardas, com idade mínima de 18 anos e ensino médio completo. Ao final dos cinco meses de curso, os bolsistas podem optar por participar de um processo seletivo para a área de engenharia de software do QuintoAndar.

“O Código Preto é parte de um plano maior de representatividade em nosso ambiente e também no universo de tecnologia”, afirmou Erica Jannini, diretora de Pessoas do QuintoAndar. “Sendo intencionais em nossas ações, podemos construir um ambiente mais diverso dentro de casa e gerar mais oportunidades para pessoas negras no mercado de tecnologia, o que acreditamos que é benéfico para todo mundo”.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Escritório da QuintoAndar em São Paulo: aposta na formação de profissionais de TI (Foto: Divulgação / QuintoAndar)

O curso de Programação Web Full Stack terá duração de 5 meses e carga horária total de 210 horas. As aulas acontecerão de maneira remota (online e ao vivo) três vezes por semana no período noturno, portanto é necessário que o candidato tenha disponibilidade para acompanhar as aulas ao vivo. Os contemplados com a bolsa irão aprender a programar, na prática, sistemas Web a partir do zero nas linguagens Java e React, além de desenvolver um projeto integrador ao final do curso.

"Estamos honrados em fazer parte desse projeto com o Quinto Andar, no qual a meta é a formação em tecnologia exclusiva para pessoas negras, seguindo em sinergia com o nosso propósito de mudar a vida das pessoas, democratizando a educação, promovendo-a de forma inclusiva", destaca Sebastian Mackinlay, CEO da Digital House Brasil.

Em 2020, o QuintoAndar já havia lançado programa de estágio exclusivo para jovens autodeclarados pretos e pardos interessados em atuar na área de operações da companhia. Anteriormente, a empresa promoveu o AceleraDev, programa de aceleração de carreiras exclusivo para mulheres profissionais da área de engenharia de software.

Para participar do processo seletivo, os interessados devem se inscrever neste link até o dia 7 de fevereiro.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.