Publicidade

PlayStation 5 é a geração mais lucrativa da história da Sony

Por| 31 de Maio de 2024 às 11h26

Link copiado!

Reprodução/PlayStation
Reprodução/PlayStation

A Sony tem motivos de sobra para sorrir com o PlayStation 5. Durante a apresentação de seu novo relatório fiscal, a empresa confirmou que a atual geração já é proporcionalmente a mais lucrativa de sua história, superando com certa folga os números que o PS4 ostentava e que mostram o quanto as estratégias com o PS5 parecem estar dando certo.

Segundo a empresa, o console vendeu o equivalente a US$ 106 bilhões em seus quatro anos de mercado. Para efeito de comparação, o PlayStation 4 somou US$ 107 bi ao longo de sete anos. Isso mostra como, na metade do tempo, o PS5 conseguiu se equiparar ao seu antecessor.

Continua após a publicidade

Esses números ganham ainda mais força quando são convertidos para o lucro operacional de cada uma das plataformas. Nesse caso, o PS5 rendeu impressionantes US$ 10 bilhões em seus primeiros quatro anos, enquanto o PS4 precisou de sete para somar US$ 9 bi. Por isso mesmo, a Sony não se acanha na hora de chamar a atual geração de mais lucrativa de toda história de seus consoles. 

Os bons números não se limitam apenas ao hardware em si, se refletindo também em outras operações do negócio. Segundo a fabricante, o consumo do público de outros produtos relacionados ao videogame também cresceu consideravelmente na geração do PS5 — um aumento total de 26%. 

Quando estratificado por setor, o maior crescimento ficou no consumo de conteúdo add-on, ou seja, entre DLCs, expansões e microtransações em geral dentro de seus jogos. Em comparação aos quatro primeiros anos do PS4, o crescimento foi de 176%. Já a venda de serviços subiu 57% e a de periféricos 34%.

O Canaltech está no WhasApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

O único aspecto em que o PS5 fica atrás do PS4 é na venda de jogos completos, no qual a geração passada ainda está 12% à frente. Esse número é interessante, pois traduz uma realidade que muitos jogadores apontam para a atual geração: a falta de grandes jogos.

Além do aumento no preço dos lançamentos, essa redução nas vendas de games parece também estar atrelada a um começo de geração mais tímido. Embora Marvel’s Spider-Man 2, God of War Ragnarök e Horizon: Forbidden West sejam grandes exclusivos do console, os primeiros anos do PS4 contaram com nomes como Bloodborne, The Witcher 3, Infamous: Second Son e o próprio GTA 5, que movimentaram mais o público.

Por isso mesmo, a Sony apresenta em seu relatório o plano de ampliar seu público ao expandir suas franquias, além de apostar em novas séries para impulsionar as vendas. Isso sem falar, é claro, a chegada de GTA 6 e do tão comentado PS5 Pro, que devem impulsionar ainda mais os números nos próximos anos e confirmar o bom desempenho da geração.