Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Uma pessoa pode ter ansiedade e bipolaridade ao mesmo tempo?

Por| Editado por Luciana Zaramela | 04 de Outubro de 2021 às 18h30

Link copiado!

bialasiewicz/envato
bialasiewicz/envato

A bipolaridade é uma doença que traz alterações no comportamento e leva a pessoa a alternar entre quadros de euforia e depressão. Enquanto isso, a ansiedade tange vários distúrbios que causam nervosismo, medo, apreensão e preocupação, comprometendo a saúde mental. No entanto, será que a ansiedade e a bipolaridade podem atuar em conjunto?

Na verdade, os transtornos de ansiedade costumam ocorrer justamente ao lado de outras condições de saúde mental, e são particularmente comuns em pessoas com transtorno bipolar. De acordo com um estudo publicado no National Center for Biotechnology Information, pacientes bipolares são três a sete vezes mais prováveis de receber um diagnóstico de transtorno de ansiedade do que o restante da população.

De acordo com uma revisão de 2019, mais de 50% das pessoas com transtorno bipolar desenvolvem um transtorno de ansiedade em algum momento de suas vidas, o que pode causar complicações, incluindo doenças mais graves, diagnóstico tardio e aumento do risco de suicídio.

Continua após a publicidade

Por enquanto, os especialistas não sabem ao certo por que o transtorno bipolar e a ansiedade estão relacionados, e como as causas de muitas condições psiquiátricas não são totalmente compreendidas e seus respectivos critérios diagnósticos podem se sobrepor, pode ser difícil de distinguir entre esses transtornos. Ainda assim, alguns pesquisadores destacam a existência de comorbidade.

O que acontece se alguém tem ansiedade e bipolaridade?

Tanto o transtorno bipolar quanto a ansiedade são condições tratáveis ​​e administráveis. No entanto, é importante distinguir os dois, pois isso afetará o tipo de medicamento e terapia que um profissional de saúde irá prescrever. Quando uma pessoa tem ambas as condições, um transtorno acaba afetando o outro, levando a:

  • episódios maníacos e depressivos mais mistos
  • um aumento na gravidade dos episódios de humor
  • resistência a medicamentos
  • maior risco de uso de substâncias
  • efeitos colaterais de medicamentos
  • mais sofrimento psicológico
  • pior qualidade de vida

Se alguém tem transtornos de ansiedade e bipolar, o médico deve diagnosticar e tratar as condições em conjunto. Tratar uma condição e não a outra pode ser potencialmente prejudicial. Por exemplo, os antidepressivos são comumente prescritos como tratamento para a ansiedade, mas alguns antidepressivos podem desestabilizar o humor de uma pessoa com transtorno bipolar e causar episódios maníacos.

Quer ser atendido por um Psicólogo Online? Conheça o Terapize.

Fonte: Medical News Today