Em 1º filme gravado no espaço, Rússia aposta em atriz; EUA contam com Tom Cruise

Em 1º filme gravado no espaço, Rússia aposta em atriz; EUA contam com Tom Cruise

Por Patrícia Gnipper | 10 de Novembro de 2020 às 18h00
Roscosmos

Já noticiamos aqui no Canaltech que a nova "corrida espacial" entre Rússia e Estados Unidos acontece agora no universo da sétima arte, na disputa para ver qual país será o primeiro a gravar um filme diretamente no espaço. E enquanto os EUA apostam em Tom Cruise como protagonista, os russos acabam de revelar que, em seu filme cujo título provisório é Vyzov ("O Desafio"), o personagem principal será, na verdade, interpretado por uma mulher.

As informações vêm da agência espacial russa (Roscosmos) e do Channel One TV, de Moscou. O slogan atual do filme pode ser traduzido para "Torne-se uma estrela, voando para as estrelas!", e agora a agência espacial do país está encarregada de treinar essa atriz, assim que for escolhida, para que ela possa participar de um lançamento espacial, cuja missão será gravar o filme fora da Terra. A ideia é que o lançamento aconteça por meio de um foguete Soyuz em outubro de 2021.

Konstantin Ernst, diretor geral do Channel One, disse o seguinte: "A Roscosmos, no cumprimento das suas funções profissionais e implementação de novos programas espaciais, acredita poder formar duas atrizes como cosmonautas-investigadoras, uma das quais seria enviada ao espaço para rodar uma longa-metragem. Inicialmente, procuraremos atrizes profissionais, mas também mulheres cujas habilidades de atuação possam lhes permitir competir com atrizes profissionais".

Cartaz do filme Vyzov (Imagem: Reprodução/Roscosmos)

Ainda não se sabe exatamente quanto do longa será filmado no espaço; se apenas parte dele, ou se o filme inteiro. Os detalhes do enredo também não estão claros, mas um concurso aberto para a seleção desta atriz já foi iniciado no site do Channel One, convidando mulheres com tino para interpretação e paixão pelo espaço a se candidatarem.

Entre as regras, está explícito que as interessadas devem ter entre 25 e 45 anos de idade, e precisam atender a requisitos antropológicos específicos para garantir que possam caber confortavelmente em uma nave Soyuz. Requisitos envolvendo saúde também são necessários, incluindo preparo físico e psicológico suficiente para uma viagem espacial — tal qual é exigido de astronautas. No processo de seleção, essas características serão avaliadas, e esta fase do projeto acontecerá já no início de 2021.

E como tudo isso pode render ainda mais "burburinho", o Channel One disse, ainda, que selecionará 30 candidatas que participarão de um reality show, exibido entre janeiro e março de 2021, que mostrará todos os testes e a seleção para que, enfim, seja escolhida a atriz principal. Não ficou claro, contudo, se uma votação pública será aberta ou se o público poderá apenas acompanhar as etapas, sem poder de decisão.

Assim que for escolhida a atriz principal e uma substituta, que ficará de reserva (o que deve rolar até abril), a dupla passará por três meses de treinamento de voos espaciais, seguidos por mais três meses de treinamentos adicionais, possivelmente contando com cosmonautas profissionais nesse momento. A escolhida se tornará a quinta mulher russa a ser enviada ao espaço.

Fonte: The Space Review, Roscosmos

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.