Publicidade

Assassino por Acaso | Conheça a comédia inspirada em um bizarro caso real

Por| Editado por Durval Ramos | 04 de Junho de 2024 às 18h00

Link copiado!

Netflix
Netflix

Protagonizada por Glen Powell (Top Gun: Maverick) e dirigido por Richard Linklater, responsável pela trilogia Antes do Amanhecer, o filmeAssassino por Acaso chega aos cinemas no dia 12 de junho. A trama mescla comédia, ação e romance e conta a história de Gary Johnson, um homem que trabalha para a polícia fingindo ser um matador de aluguel. Sua missão é prender aqueles que o contratam para matar outras pessoas. Só que para não ser descoberto, ele abusa de fantasias absurdas e ridículas que o colocam em situações patéticas.

Sua vida muda, no entanto, quando ele conhece Madison (Adria Arjona), uma mulher bonita que lhe pede para que mate seu marido abusivo. Gary se divide entre o dilema ético de reportar o caso à polícia ou acabar com a vida de um homem que violentou uma mulher. Para piorar, aos poucos, os dois vão se aproximando e o que era uma relação profissional se transforma em amor.

Continua após a publicidade

Com roteiro assinado pelo próprio diretor e o protagonista, Assassino por Acaso é uma trama divertida, mas que não esquece dos momentos românticos e, por isso mesmo, pode ser a opção ideal para comemorar o Dia dos Namorados.

Baseado em fatos reais

Vale notar que o texto foi criado com base em uma história real publicada no Texas Monthly, em 2001, escrito pelo jornalista Skip Hollandsworth. No artigo ele detalhou como o falso assassino conseguiu se manter discreto e passar despercebido pelos vizinhos. 

O verdadeiro Gary Johnson nasceu na Louisiana e trabalhou um ano na guerra do Vietnã antes de voltar aos Estados Unidos. Quando chegou em seu país, encontrou emprego como investigador no gabinete de um promotor público, em 1989. Nessa época, a polícia pediu que ele se disfarçasse de assassino de aluguel para prender uma mulher que procurava alguém para matar seu marido.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

A mulher em questão foi condenada a um longo tempo de prisão, e Johnson continuou trabalhando com os disfarces. Em seu artigo, o jornalista descreveu o policial como um exímio ator que poderia desempenhar qualquer papel que lhe oferecessem.

O olhar ficcional para a vida real

Continua após a publicidade

Apesar de ser baseado em uma história verídica, Assassino por Acaso continua sendo um longa ficcional, já que adiciona e muda algumas partes da história de Johnson. No filme, por exemplo, ele é um simples professor que é contratado para substituir um amigo como agente secreto. Seu romance com a mulher que o contrata também ganha mais relevância nas telonas, afinal, histórias de amor costumam atrair o público para o cinema.

Para terminar, nomes de alguns personagens foram modificados para evitar que as pessoas fossem reconhecidas. É importante lembrar que essa é a quarta colaboração entre Linklater e Powell. A dupla já trabalhou junta em Nação Fast Food – Uma Rede de Corrupção, Jovens, Loucos e Mais Rebeldes, e Apollo 10 e Meio: Aventura na Era Espacial.

E se você ficou curioso com a história, não se esqueça que Hit Man, como é chamado em inglês, chega aos cinemas no dia 12 de julho, apenas uma semana após estrear nos Estados Unidos. No streaming, ele será exibido pela Netflix, que pagou US$ 20 milhões pelo direito de distribuí-lo.

Continua após a publicidade