Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

"Gangue de orcas" afunda iate no Estreito de Gibraltar

Por| Editado por Luciana Zaramela | 15 de Maio de 2024 às 11h11

Link copiado!

NOAA Photo Library/CC-BY-2.0
NOAA Photo Library/CC-BY-2.0

Nesta semana, um número ainda desconhecido de orcas (Orcinus orca) agiu como uma verdadeira "gangue de orcas" e afundou mais uma embarcação no Estreito de Gibraltar — "corredor" que conecta o mar Mediterrâneo com o Oceano Atlântico, entre o sul da Espanha e Marrocos. O caso é mais um entre os inúmeros problemas relatados nos últimos quatro anos.

O episódio mais recente em que orcas, animais superinteligentes, derrubaram um iate ocorreu no domingo (12). Segundo o serviço de resgate marítimo da Espanha, os animais marinhos naufragaram uma embarcação à vela de 15 metros, após o ataque coordenado.

Os dois passageiros do iate sentiram golpes repentinos no casco e na região do leme, momentos antes da água começar a invadir a embarcação, como relata a agência de notícias Reuters. Em seguida, o casal entrou em contato com o serviço de resgate local e foi auxiliado pela equipe de um petroleiro que navegava próximo ao local do ataque. Abandonado e com danos estruturais, o barco terminou afundando.

Continua após a publicidade

Origem da gangue das orcas

A ação de ataque é coordenada por, muito possivelmente, 10 animais que agem como uma verdadeira gangue de orcas do alto mar. No entanto, os biólogos ainda não sabem explicar quais motivos originam esse comportamento, visto pela primeira vez em maio de 2020.

No ano passado, um desses ataques viralizou nas redes sociais, pois o naufrágio foi filmado por pessoas que estavam próximas à embarcação. Neste outro episódio, foram necessários 45 minutos para o barco afundar.

Continua após a publicidade

A seguir, confira os registro do iate afundando no Estreito de Gibraltar:

Entre as hipóteses mais prováveis que explicam este comportamento, estão a ideia de que isso seja uma "brincadeira" coletiva (momento de diversão), vingança pela morte de outra orca ou ainda uma forma de proteger um dos alimentos favoritos da espécie, o atum-rabilho (Thunnus thynnus).

Inclusive, outros vídeos de orcas caçando em grupo já ganharam as redes, como a vez em que foi registrada a destruição de uma plataforma de gelo durante a captura de uma foca.

Continua após a publicidade

Agora, confira o registro impressionante do ataque de orcas a uma foca, feito por cinegrafistas da BBC Earth:

Marinheiros "fogem" de orcas

Vale lembrar que as orcas são uma espécie de golfinho bastante inteligente e com o corpo armado para a "guerra" — elas podem medir até 10 metros e pesar algumas toneladas. Tanto é que, no imaginário popular, são conhecidas como "baleias-assassinas".

Continua após a publicidade

Em busca de proteção contra as orcas, marinheiros já têm adotado estratégias para evitar novos naufrágios, como uso de areia, emissão de sons altos ou mesmo mudanças na rota.

Fonte: Reuters