Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

EXCLUSIVO | Conheça o Volkswagen ID.7, sedan elétrico substituto do Passat

Por| Editado por Jones Oliveira | 04 de Janeiro de 2023 às 09h56

Link copiado!

Felipe Ribeiro/ Canaltech
Felipe Ribeiro/ Canaltech
Tudo sobre Volkswagen

A CES 2023 traz cada vez mais novidades para o setor automotivo e a Volkswagen aproveitou o principal evento de tecnologia do mundo para anunciar um grande lançamento: o Volkswagen ID.7, novo membro da família de carros elétricos da montadora alemã.

O sedan elétrico foi apresentado há alguns meses com o nome de ID. Aero B, um conceito revelado somente na China e que, quando mostrado, indicava ser o vindouro substituto zero emissão de nomes de respeito dentro da marca, como o VW Arteon e o mais famoso VW Passat.

Continua após a publicidade

O Canaltech teve um breve contato com o VW ID.7 em uma apresentação realizada em Las Vegas, no estande da empresa na CES 2023, e conta para você tudo o que descobrimos sobre ele.

O primeiro sedan da família ID

Muito embora estejamos falando de um carro que leva o numeral 7 em seu nome, o ID.7 é o sexto carro dentro da família ID de carros elétricos da Volkswagen, juntando-se a nomes como o o ID.3, ID.4, ID.5, ID.6 (vendido somente na China) e ID.Buzz, a Kombi Elétrica.

O VW ID.7 chega para preencher uma lacuna importante dentro da linha de elétricos da montadora alemã, no caso, a de um sedan. Mas antes de tratarmos das especulações, vamos falar o que de fato esse carro traz de diferente e o que o torna extremamente inovador e tecnológico.

Por aqui, a Volkswagen procurou encaixá-lo em um patamar de tecnologia e comodidade mais alinhado com o que se espera de um modelo premium. Sendo assim, o interior foi pensado para trazer soluções muito peculiares, como o novo sistema de ar-condicionado inteligente, que se adapta ao sol e ao seu posicionamento nos bancos para enviar o vento mais geladinho e refrescar o ambiente.

Esse sistema é ativado assim que o motorista entra no veículo e pode ser controlado de modo a espalhar a intensidade do ar por meio da enorme tela da central multimídia. Há saídas em todo o painel e o fluxo de ar é direcionado diretamente na pessoa ou simplesmente para o ambiente como um todo.

Continua após a publicidade

Além disso, comandos de voz podem ser emitidos para que as demais funções do carro sejam executadas, como mudar uma música ou até mesmo escolher os modos de condução, algo que, assim como acontece no VW ID.4, por exemplo, deve estar presente no sedan para ajudar na eficiência energética.

Outra novidade revelada pela Volkswagen, mas que não foi mostrada na CES, foi o novo head up display com realidade aumentada. Por aqui, devemos ter algo parecido com o que vimos no BMW iX, com o carro interagindo de modo mais uniforme com o motorista e exibindo os trajetos de GPS e demais funções com mais clareza.

Parte técnica, apenas para depois

Falando especificamente da parte técnica do veículo, até o final da edição desta matéria, a Volkswagen não havia fornecido mais detalhes do VW ID.7, como potência, equipamentos e demais itens que compõem o veículo. Entretanto, a autonomia fora revelada: até 700km no ciclo WLTP, o mesmo utilizado no Brasil.

Continua após a publicidade

Isso o coloca como o carro elétrico de maior autonomia dentro do grupo Volkswagen, superando, inclusive, veículos das marcas premium Audi e Porsche.

Apelo premium

Mesmo com um contato breve na apresentação pré-CES, a Volkswagen conseguiu transmitir uma clara mensagem com o ID.7: queremos trazer um sedan premium. E as características do modelo indicam que o caminho pode ser bem seguido, a depender, é claro, do que será mostrado na prática, sobretudo ao volante.

Continua após a publicidade

Além de todo o aparato tecnológico já citado, o ID.7 tem porte de sedan premium e dados que podem atestar essa intenção da marca. Seus quase 5 metros de comprimento e 2,97m de entre-eixos o colocam como o maior sedan da montadora. Isso sem falar nos detalhes de design, que foram camuflados, mas que entregam, por exemplo, uma preocupação com a aerodinâmica e a musculatura do veículo para realmente indicar que se trata de um carro da linha ID e não uma mera adaptação do Passat ou do Arteon.

No protótipo mostrado na CES 2023, o ID.7 mostra, por exemplo, que terá faróis dianteiros matriciais e as lanternas de LED podem percorrer toda a tampa do porta-malas. O interior, por sua vez, foi visto apenas em renderizações, mas deve ser superior em acabamento quando pensamos no ID.4 como referência.

Continua após a publicidade

Tecnologia até na camuflagem

A unidade do ID.7 mostrada na apresentação pré-CES estava camuflada, mas a pintura esconde uma das coisas mais legais que esse protótipo nos trouxe e, quem sabe, pode ser algo que apareça de algum modo na versão de produção do sedan elétrico.

Foram aplicadas 40 camadas de tinta nesse protótipo do ID.7, com algumas delas munidas de tecnologias condutoras e propriedades isolantes. Segundo a Volkswagen, 22 áreas do veículo podem ser controladas separadamente e são eletrificadas abaixo da camada superior de tinta (eletroluminescência) para que se iluminem. Se tudo isso estiver conectado a um sistema de som, o ritmo é visualizado pela iluminação de áreas individuais.

Continua após a publicidade

Em ambientes noturnos, isso fica bem evidente, como demonstrado no vídeo oficial no perfil da Volkswagen no Instagram.

Volkswagen ID.7: Quando e onde será lançado?

Segundo a Volkswagen informou ao Canaltech, a versão de produção do Volkswagen ID.7 chega aos mercados da Europa, Estados Unidos e China no segundo trimestre de 2023. O Brasil, por enquanto, não está no calendário de lançamentos do sedan elétrico.

Continua após a publicidade

O Canaltech viajou a Las Vegas a convite da Volkswagen do Brasil.