Xiaomi entra no mercado de carros elétricos com investimento bilionário

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 30 de Março de 2021 às 11h40
Matheus Argentoni/Canaltech

Acostumada com a alcunha de "Apple da China", a Xiaomi não esconde de ninguém que se inspira na gigante de Cupertino para criar sua linha de produtos. Mas, desta vez, a fabricante chinesa decidiu sair na frente de sua "fonte de inspiração" para dar um enorme passo em sua história: durante apresentação realizada na manhã desta terça-feira (30), a empresa anunciou sua entrada oficial no mercado de carros elétricos.

Segundo o CEO da Xiaomi, Lei Jun, o investimento inicial da empresa será de US$ 1,5 bilhão, podendo chegar a US$ 10 bilhões nos próximos 10 anos. Isso significa que a Xiaomi vai desenvolver uma linha completa de carros elétricos e não apenas um modelo. Para efeito de comparação, rumores davam conta de que a Apple separou "apenas" US$ 3,6 bilhões para fazer seu possível Apple Car. Com cifras como essa, a gigante chinesa mostra que não está para brincadeira.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Não foram dados muitos detalhes sobre o que viria a ser o primeiro carro elétrico da Xiaomi, tampouco quais seriam as empresas parceiras nesse projeto. Mas, com um investimento de US$ 10 bilhões, é possível que a empresa faça o carro sozinha. Entretanto, rumores recentes abordaram a possibilidade de a Xiaomi ter a ajuda de outra gigante local, a Great Wall, que já está inserida no mercado de carros elétricos.

Xiaomi quer ter uma linha completa de carros elétricos/ Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Vale lembrar que a Huawei também anunciou sua entrada neste mercado, mas sem revelar muitos detalhes. Com as mudanças da legislação em âmbito global para a emissão de gases, é possível que comecemos a ver protótipos de carros elétricos da Xiaomi em alguns anos, a tempo de serem lançados em 2030, prazo final para a Europa abandonar os veículos à combustão.

O Mi Car está a caminho. Agora quem tem que correr atrás é a Apple com seu Apple Car. A ver.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.