Veloz, furioso e voador: chinesa Xpeng cria carro voador superesportivo

Veloz, furioso e voador: chinesa Xpeng cria carro voador superesportivo

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 03 de Novembro de 2021 às 09h40
Divulgação/HT Aero

Apontada por alguns chineses como “rival da Tesla” por seu investimento em carros elétricos e autônomos, a Xpeng agora quer levar o estilo Velozes & Furiosos para os céus. Para isso, fez a HT Aero, um de seus braços, desenvolver um multicoptor eVTOL, ou melhor, um carro de rua que se transforma em helicóptero com o simples apertar de um botão.

Pode até parecer história de ficção científica ou do desenho Os Jetsons, um dos principais sucessos da televisão nas décadas de 1970 e 1980, mas é pura realidade. De acordo com informações colhidas pelo Robb Report, a HT Aero já produziu 5 unidades do carro superesportivo voador, por enquanto todas para teste.

Imagem: Divulgação/HT Aero

O misto de carro esportivo e helicóptero também já teria sido submetido a 15 mil horas de voo, completando parte do processo necessário para que, literalmente, possa ganhar os céus já em 2024. O dinheiro para a produção e para os testes foi levantado por meio de um financiamento que, segundo a empresa, somou meio bilhão de dólares.

Como “anda” o superesportivo voador?

O eVTOL com cara de carro superesportivo, mas DNA de helicóptero, foi inspirado em modelos de rua da Xpeng (como os da foto abaixo) e quer levar para os céus um desempenho tão satisfatório quanto o dos carros elétricos da marca. Para isso, a HT Aero diz ter preparado um modelo com "design leve", mas o tamanho e a estrutura necessária para torná-lo legalizado.

Imagem: Divulgação/Xpeng

Segundo o pessoal do Robb Report, o eVTOL do HT Aero alcança cerca de 129 km/h de velocidade e tem autonomia de voo aproximada de 35 minutos. O desempenho é similar ao de outro carro voadora anunciado pela marca recentemente, o Voyager X2.

Este, em particular, foi projetado para voar por 35 minutos a uma altitude inferior a 1.000 metros, o que o torna adequado não apenas para a mobilidade aérea urbana de baixa altitude e curta distância, mas também como patrulha aérea, aeronave de resgate de campo e transporte médico de emergência, assim como o Voyager X1.

Fonte: Robb Report

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.