Rival da Tesla, chinesa Xpeng conclui testes com carros voadores

Rival da Tesla, chinesa Xpeng conclui testes com carros voadores

Por Munique Shih | Editado por Jones Oliveira | 06 de Outubro de 2021 às 15h20
XPeng

O uso de carros voadores como meio de locomoção nas cidades está cada vez mais perto de se tornar realidade. Recentemente, alguns internautas chineses avistaram a "rival da Tesla", Xpeng, conduzindo testes com o Voyager X1, a quarta geração de veículos da montadora, apresentada pela primeira vez em abril de 2021 no Salão do Automóvel Auto Shanghai.

A máquina pesa 240kgs, suporta cerca de 200kgs e conta com capacidade de voo a uma altitude inferior a 1.000 metros. Além disso, possui uma classificação de resistência ao vento de C5 à C6 e atinge velocidade máxima de 120km/h. O Voyager X1 já passou por mais de 10.000 voos de testes e é atualmente destinado para deslocamentos locais pessoais, resgates de emergência e turismo aéreo.

Imagem:(Reprodução/Sina)

Além do Voyager X1, a marca também desenvolveu sua quinta geração de carros, que foi revelada em setembro no Salão do Automóvel de Chengdu. O modelo chamado de Voyager X2, deverá ser usado para percursos urbanos e vem equipado com um sistema de monitoramento 24 horas para detectar quaisquer problemas potenciais antes que eles se agravem.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O veículo é uma aeronave eVTOL de cabine fechada de dois assentos que conta com funções de decolagem e pouso autônomo, programação, carga e controle de voo. O sistema é capaz de avaliar fatores como edifícios vizinhos, áreas restritas e as condições meteorológicas, com o objetivo de calcular uma rota de voo segura.

Em termos de estrutura, o carro voador da Xpeng é fabricada com fibra de carbono, pesa 560kgs, comporta dois passageiros, adota um cockpit fechado e é alimentado por um sistema de carga altamente eficiente, contendo uma porta de carga plug-in semelhante a de um carro elétrico.

O veículo consegue atingir velocidade de 130 quilômetros por hora e é projetado para voar por 35 minutos a uma altitude inferior a 1.000 metros, o que o torna adequado não apenas para a mobilidade aérea urbana de baixa altitude e curta distância, mas também como patrulha aérea, aeronave de resgate de campo e transporte médico de emergência, assim como o Voyager X1.

Os desenvolvedores de carros voadores de todo o mundo estão aptos a oferecerem serviços aos usuários comerciais, enquanto a Xpeng tem o objetivo de se diferenciar através da construção de veículos voadores para usuários individuais. "Tecnologias razoáveis de fabricação e custos operacionais são necessários para levar os veículos voadores ao público e, eventualmente, resultar em inúmeras viagens diárias", disse o fundador da companhia, Zhao Deli.

Várias empresas automotivas, incluindo Hyundai e Geely, sediadas na China, estão desenvolvendo carros voadores. Segundo Zhao, algumas pesquisas de mercado apontaram que o preço desse tipo de vículo deve girar entre 800 mil e 1,5 milhão yuans (entre R$ 650.220 e R$ 1,22 milhão, na cotação atual).

Entretanto, os aspectos legais ainda precisam ser trabalhados antes que o mundo esteja pronto para pilotar carros voadores. A mídia chinesa também aponta que a atual legislação da China só permite o uso de tais aeronaves com restrições significativas e regulamentações precisas para tais veículos no país ainda se encontram pendentes.

Fonte: Electrive,Sina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.