Renault interrompe produção de carros no Brasil; entenda por quê

Renault interrompe produção de carros no Brasil; entenda por quê

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 02 de Agosto de 2021 às 13h00
Felipe Ribeiro/ Canaltech

A Renault anunciou que irá paralisar a fabricação de carros no Brasil pelos próximos dias. Em comunicado feito aos funcionários de sua fábrica, localizada em São José dos Pinhais/PR, a montadora afirmou que a linha de produção permanecerá suspensa até o dia 6 de agosto no setor de veículos comerciais (como furgões e caminhões) e até 12 de agosto na divisão de carros de passeio. O motivo, como é de esperar, é a escassez de semicondutores.

Com a paralisação, modelos como Sandero (em todas as versões), Stepway, Kwid, Logan, Duster e Captur deixarão de ser fabricados até que o fornecimento dos componentes seja restabelecido, podendo ocorrer no prazo de 10 dias, que se iniciou nesta segunda-feira (02). No entanto, se a paralisação perdurar, é possível que vejamos uma queda nas vendas da montadora francesa, que tem se saído bem e aproveitado a paralisação de outras empresas no Brasil.

Recentemente, a Renault anunciou a chegada do novo Renault Captur, que recebeu melhorias no motor e acabamento para seguir competindo no movimentado mercado de SUVs compactos. Já o Sandero e o Logan são alguns dos modelos preferidos dos motoristas de aplicativo, que os escolhem por serem extremamente confiáveis, de fácil manutenção e com ótimo consumo de combustível.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O excelente Sandero RS (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

"A Renault do Brasil informa que, em função da falta de componentes eletrônicos, haverá férias coletivas nas fábricas do Complexo Industrial Ayrton Senna, no período de 02 a 06/08 para a fábrica de veículos comerciais leves e de 02 a 11/08 para a fábrica de veículos de passeio. Além disso, nos dias 29 e 30/07 não haverá produção na fábrica de veículos de passeio. A produção referente a estes dois dias será compensada em datas futuras a serem definidas pela empresa", disse a Renault em comunicado. 

Além dos franceses, também seguem afetadas pela crise dos semicondutores a Volkswagen, General Motors e Hyundai, que seguem alternando momentos de produção e paralisação em todas as suas plantas pelo Brasil.

Fonte: Motor1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.