Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Quanto combustível consumiam os carros antigos?

Por| Editado por Jones Oliveira | 04 de Março de 2024 às 15h30

Link copiado!

Mani/Pexels/CC
Mani/Pexels/CC

A eficiência energética dos carros é um tema cada vez mais atual e, muitas vezes, determinante para saber qual modelo levar para casa. A preocupação com o consumo excessivo de combustível, porém, não era tão alta em um passado não muito distante.

Motores V8 de 5.2 ou 5.8 litros, como os encontrados no Dodge Dart, o popular “Dojão”, e no Ford Landau hoje ainda são admirados pelos gearheads, apesar de serem considerados “politicamente incorretos” por, digamos assim, “beberem” combustível fóssil demais.

Se hoje a média de consumo de combustível dos carros mais econômicos do Brasil gira entre 9,3 km/l e 12 km/l para modelos dotados de motores mais modernos, mas menos potentes (em geral 1.0 turbo), nas décadas de 1960 e 1970 a situação era um pouquinho diferente.

Continua após a publicidade

Média de consumo dos carros antigos

Para se ter uma ideia, o Dodge Dart, sedan clássico produzido entre 1969 e 1981, gastava gasolina “só de olhar para ele”. Exageros à parte, o clássico muscle car realmente não tinha na eficiência seu ponto forte e gastava, em média, 4 km/l na cidade. Na estrada o consumo melhorava um pouco e chegava a 5,5 km/l.

O Ford Landau LTD Galaxie, concorrente do “Dojão”, mas com pegada um pouco mais executiva, também era um “beberrão” de marca maior. O consumo médio desta verdadeira “barca” variava entre impressionantes 3 km/l e 5 km/l entre cidade e estrada. Nada bom com o preço da gasolina nas alturas, não é mesmo?

Carros antigos comuns não gastavam tanto

Exceção feita aos carrões dotados de motores V8 ou com os tradicionais “6 canecos” (6 cilindros), os carros antigos, na verdade, não se diferenciavam tanto assim dos atuais no consumo de combustível.

Uma tabelinha produzida pelos amigos da Quatro Rodas, e publicada pelo perfil Carros Antigos no Facebook, mostra exatamente essa semelhança entre o consumo de gasolina de boa parte dos modelos antigos e o dos carros atuais.

Continua após a publicidade

Vamos mostrar, abaixo, alguns modelos de cada uma das montadoras mais populares do Brasil atualmente — Volkswagen, Ford, GM e Dodge (que faz parte do Grupo Stellantis, o mesmo dono da Fiat) — apenas para efeitos de comparação.

  • Volkswagen Brasília: 9,3 km/l em média
  • Volkswagen Fusca 1.600: 10 km/l
  • Chevrolet Opala 4 cilindros: 9 km/l
  • Chevrolet Caravan 4 cilindros: 8,2 km/l
  • Ford Belina: 9,8 km/l
  • Ford Corcel II: 10 km/l
  • Dodge I 800 SE (hatch): 8,3 km/l
Continua após a publicidade

Viram como, no frigir dos ovos, o consumo dos carros mais “comuns”, ou populares, não era tão diferente dos atuais? Vale lembrar, mais uma vez, porém, que os motores eram maiores e não sofriam um controle tão rígido de emissões de poluentes quanto os atuais.