5 motivos para comprar o Peugeot e-208 GT

5 motivos para comprar o Peugeot e-208 GT

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 27 de Março de 2022 às 09h30
Paulo Amaral/Canaltech

O Peugeot e-208 GT, anunciado pela montadora francesa no Brasil em setembro de 2021, tem uma série de atrativos interessantes para quem busca por um bom de carro elétrico no país.

O hatch é visualmente muito parecido com o Peugeot 208, “irmão” a combustão vendido pela marca pertencente a Stellantis em território verde-amarelo. A única diferença em termos de design, à primeira vista, é a ausência do cano de escapamento, já que, como todo carro elétrico, ele não emite gases. As semelhanças entre os modelos a combustão e elétrico, no entanto, param por aí.

Mas essa não é a única característica que chama a atenção no carro. Por isso, o Canaltech listou 5 motivos que podem ajudar você a comprar o Peugeot e-208 GT.

5. Design

O design do Peugeot e-208 GT é praticamente o mesmo do 208, modelo a combustão que já está há algum tempo no mercado brasileiro. E esse é justamente o primeiro dos 5 motivos para comprar o elétrico francês.

Linhas agressivas, modernas e atraentes fazem do hatch um carro com visual harmonioso e, ao mesmo tempo, com ar esportivo. Ponto positivo para quem gosta de atrair olhares por onde passa… Mesmo sem fazer barulho.

Design atraente abre lista dos 5 motivos para comprar o Peugeot e-208 GT (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

4. Desempenho

É comum falar em bom desempenho quando o tema é carro elétrico, mas o Peugeot e-208 GT vai um pouco além do que alguns modelos já testados pela reportagem do Canaltech apresentam neste quesito.

O hatch francês foi desenvolvido para levar o assunto a sério. Por isso, mostrou nas ruas o mesmo desempenho impressionante que já havíamos verificado em algumas voltas na pista do Haras Tuiuti.

Agilidade, velocidade e torque imediatos, frutos dos 136 cavalos de potência e dos 26,5 kgfm de torque, empurram ferozmente o hatch francês como um foguete a cada pisada mais forte no acelerador.

Motor elétrico do Peugeot e-208 GT oferece 136 cavalos de potência e torque imediato de 26,5 kgfm (Imagem: Divulgação/Peugeot)

3. Tecnologia

A tecnologia embarcada no Peugeot e-208 GT também merece estar na lista dos 5 motivos para comprar o modelo da Stellantis. Desde o cluster digital 3D, completamente integrado ao i-Cockpit, até a central multimídia, posicionada estrategicamente para o condutor não precisar olhar para baixo para interagir, tudo foi bem pensado.

Peugeot e-208 tem um pacote bastante completo de tecnologia e segurança (Imagem: Divulgação/Peugeot)

O e-208 GT tem tecnologia de ponta até nos pneus, que são runflat, ou seja, podem rodar por até 80 quilômetros caso ocorra um incidente e eles acabem furados. Isso significa também que o carro não tem estepe, ou seja, carrega menos peso.

O pacote de tecnologia e segurança conta ainda com freios ABS com EBD, alerta de colisão, frenagem de emergência automática, assistência de farol alto, detector de fadiga, alerta e correção de permanência em faixa, detector de ponto cego, ar-condicionado digital, sensor de chuva, sensores de estacionamento e iluminação em LED interna, com várias opções de personalização.

Feixes em LED são oferecidos em 8 cores diferentes para personalização (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

2. Acabamento

O acabamento é mais um dos bons motivos para comprar o Peugeot e-208 GT, principalmente por conta do material emborrachado e agradável ao toque nas partes superior e central do painel.

Outros destaques são os bancos envolventes, com costuras aparentes, os apliques em preto brilhante e os já citados feixes em LED que envolvem o habitáculo e são disponibilizados em uma série de cores diferentes, ajustáveis por meio da central multimídia.

Bancos do Peugeot e-208 GT são confortáveis e muito estilosos (Imagem: Divulgação/Peugeot)

1. Facilidade de recarga

Fechando a lista dos 5 motivos para comprar o Peugeot e-208 GT está a facilidade de recarga da bateria. Na verdade, ela é aplicável a qualquer carro elétrico, desde que a montadora disponibilize, no ato da venda, um carregador portátil.

A marca francesa faz isso e, se o dono do hatch tiver paciência, dificilmente passará apuros procurando por uma estação de recarregamento. Segundo a Peugeot, quando conectado diretamente a uma tomada doméstica de 110v, o carro leva 24h56min para ficar 100% carregado.

Plugado a uma tomada comum, de 110v, Peugeot e-208 GT leva um dia inteiro para recarregar (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

A reportagem do Canaltech fez um teste “rápido” e, em pouco mais de 5 horas, recuperou cerca de 18% da bateria. Pela inseparável regrinha de 3 que tanto usamos em outras reportagens, o cálculo está correto.

Em uma estação de recarga rápida, no entanto, o procedimento é bem menos cansativo: nelas, o Peugeot e-208 GT recupera 80% de bateria em menos de 30 minutos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.