EXCLUSIVO: conheça toda a tecnologia presente no BMW Série 2 Gran Coupé

Por Felipe Ribeiro | 30 de Março de 2020 às 10h48
BMW Brasil

Os automóveis estão cada vez mais se transformando em uma extensão do nosso corpo, tal qual os celulares e demais gadgtes que convivemos a todo o momento. Não é mais novidade que várias novas tecnologias estão sendo empregadas nos veículos, como motores híbridos e elétricos, Wi-Fi integrado, centrais multimídia com suporte a espelhamento do smartphone, isso sem falar em toda a gama de equipamentos de segurança, que, por vezes, tornam os carros praticamente à prova de acidentes.

A BMW é uma das empresas que mais tem investido em tecnologia para seus automóveis. Com sua imagem sempre ligada mais à desempenho do que propriamente aos equipamentos que seus carros possuem, a empresa começou a adotar uma estratégia mais agressiva e resolveu “descer” pacotes parrudos de equipamentos tecnológicos para seus modelos mais acessíveis. O maior exemplo disso acaba de ser lançado e, certamente, fará com que a concorrência se mexa, que o mercado olhe com mais atenção e que os clientes se sintam (ainda mais) atraídos. Trata-se do BMW Série 2 Gran Coupé.

Estratégia agressiva

O BMW Série 2 Gran Coupé estreia no Brasil oferecendo um nível inédito de equipamentos de tecnologia, assistentes de condução e sistemas de conectividade e interação do condutor com o veículo por comando de voz para sua faixa de preço e tamanho. O modelo, que já está disponível na rede de concessionárias autorizadas da marca no país em duas versões, é importado da Alemanha e é um dos principais lançamentos da BMW no Brasil em 2020, ano em que a marca completa 25 anos de atuação no mercado nacional.

Imagem: BMW Brasil

Para situar melhor o leitor, a Série 2 é um dos modelos de entrada da linha da montadora alemã e, claro, diante dos custos de importação e taxas fiscais que ainda são um problema no Brasil, conseguir equipar este automóvel com tudo o que ele tem à disposição foi um desafio e tanto.

“O time de produtos da BMW briga muito por tecnologia, pois é um investimento que acaba fidelizando o cliente. Por isso, há sempre essa 'batalha' interna, uma ginástica financeira para conseguir trazer essa tecnologia para os carros de entrada e sem deixar de pensar no mercado brasileiro, adequando a lista de itens que serão inseridos, mas sem deixar de alocá-lo na faixa de preço e público-alvo corretos”, explicou Henrique Miranda, Gerente de Projetos de Marketing da BMW do Brasil, em entrevista exclusiva ao Canaltech.

E para um carro que, mesmo em sua versão topo de linha custa menos de R$ 300 mil, o pacote de itens de tecnologia empregado no Série 2 Gran Coupé é digna de elogios e certamente transformará a maneira como o usuário vai lidar com o seu carro e como ele será inserido em sua vida.

Assistente Pessoal Inteligente – e regionalizado

O BMW Inteligent Personal Assistant permite que o motorista o controle várias funções do veículo por meio de comandos de voz e inteligência artificial. A tecnologia também aprende hábitos do motorista e adapta as suas funções — por exemplo, a de ajustar a temperatura do veículo automaticamente, de modo que o usuário sempre esteja à vontade. Seu desenvolvimento recebeu apoio da Engenharia do BMW Group no Brasil para otimizar a interação com o idioma local e está totalmente localizado para o nosso país, com hábitos, falas e até gírias daqui.

Imagem: BMW Brasil

Algo interessante, no entanto, é como esse sistema pode ser aperfeiçoado e atualizado. Segundo Miranda, tudo pode ser feito over the air, ou seja, caso o dono do carro se esqueça de atualizar seu sistema, o próprio carro, desde que esteja conectado à internet por meio do seu smartphone ou pelo aplicativo BMW Connected App, fará todo o update para você e salvará suas configurações na nuvem. E por ter essa possibilidade de deixar tudo salvo, o usuário pode se despreocupar quando trocar de BMW, pois todas as configurações e perfis ficarão guardados e poderão ser utilizados em outro automóvel da montadora que seja compatível.

“Nós criamos um sistema que deixa o motorista mais despreocupado quanto à atualização do automóvel. Tudo é feito online e registrado na nuvem. Portanto, além de atualizar automaticamente, deixamos tudo registrado na nuvem para quando o usuário quiser trocar de BMW, ele já possa acessar suas configurações de imediato”, explicou Miranda.

Para que tudo isso fosse possível, a BMW fez uso de machine learning e inteligência artificial, o que tornou a tarefa de entregar esse nível de interação e conectividade um pouco menos difícil, mas igualmente desafiadora. Neste ponto, Miranda destaca, no entanto, que as melhorias serão constantes. “Nosso time de desenvolvimento está sempre colhendo o máximo de informações e o próprio veículo aprende como o seu dono gosta de configurá-lo. Daqui a algum tempo, será possível que o automóvel decore até o estilo de condução do usuário”, comentou Miranda.

Imagem: BMW Brasil

Ainda segundo o diretor da BMW, são previstas, em média, três a quatro atualizações por ano para o sistema que equipa os veículos da marca, sempre com novos aprendizados e tudo bem personalizado, de acordo com o comportamento e rotina do cliente — além das inovações desenvolvidas pelo time da Alemanha.

Assistentes de condução e comodidade

Como citamos, a segurança também tem sido uma das prioridades do setor automotivo, seja qual segmento for — e com a BMW não tem sido diferente. O Série 2 Gran Coupé é equipada com o que há de mais moderno para proteger o seu usuário e os ocupantes do veículo, com itens presentes em modelos superiores dentro da gama da montadora, como a Série 3, a Série 5 e os SUVs da linha X.

Entre as features presentes no Série 2 Gran Coupé está o Parking Assistant, que tivemos a chance de testar no M Festival, em 2019. É um sistema que auxilia as manobras de estacionamento medindo o espaço ao redor do veículo para estacioná-lo automaticamente com câmeras e sensores, realizando as manobras com máxima precisão, poupando tempo e garantindo conforto e tranquilidade ao motorista enquanto estaciona. Além disso, há o recurso Reversing Assistant, que, por sua vez, registra os últimos 50 metros, podendo “desfazê-los” em marcha ré, facilitando a saída de locais ou vias estreitas onde não é possível realizar manobras.

Imagem: BMW Brasil

Além disso, o BMW Série 2 Gran Coupé também faz uso da tecnologia para tornar a jornada do motorista e passageiros ainda mais confortável e cômoda. Para isso, a empresa também trouxe o sistema BMW Comfort Access 2.0, que permite o acendimento automático das luzes de boas-vindas quando o motorista se aproxima a três metros do veículo portando a chave. As portas também se destrancam e, quando o motorista se afasta, voltam a se trancar. Além disso, há a opção de programação de abertura de todas as portas ou somente a do motorista. Tudo isso além da abertura do porta-malas por meio de aproximação do pé do parachoque traseiro.

Ao entrar na cabine, também há a sensação de que estamos mesmo diante de um novo universo tecnológico. Segundo Miranda, a BMW priorizou a conectividade e isso pode ser visto nos detalhes, com a tela do multimídia ficando maior e com o cluster principal sendo todo digitalizado. “O perfil do público brasileiro está cada vez mais voltado para a conectividade e o Série 2 Gran Coupé reúne tudo isso, desde entretenimento a itens de segurança e conforto”, ressalta.

O ambiente também está mais requintado e deixa o motorista ainda mais imerso dentro da proposta de futurismo, com a iluminação e climatização do veículo sendo totalmente customizáveis. “Quando você vê que a cabine está mais futurista e percebe que a tela ficou maior, o sistema de conversação com o assistente pessoal está muito melhor, e que o cluster é todo digital, isso abre novas possibilidades de personalização e interação com o carro, desde a maneira como você ajusta o modo de condução predefinido no sistema até a música que vai rolar na viagem”, comenta Miranda.

Imagem: BMW Brasil

Para explicar melhor o que Miranda disse, vamos nos aprofundar. O pacote Connected Professional agrega o novo BMW Live Cockpit Professional, cuja interface se apresenta em duas telas, sendo um referente a um display digital de 10,25 polegadas e o iDrive de 10,25 polegadas, além de interfaces disponíveis e requisitos técnicos para opções operacionais com controle de voz.

O BMW Head-Up Display colorido possibilita a projeção de todas as informações necessárias para o condutor em seu campo de visão para que ele não perca o foco no trânsito. As informações apresentadas variam desde rotas do sistema de navegação até avisos de Driving Assistant e velocidade do veículo. Por fim, a cabine fornece ao condutor inúmeras possibilidades de personalização em termos de acabamento e iluminação, que tornam o interior do veículo um ambiente ainda mais moderno e aconchegante.

Já o BMW Connected Drive é um assistente que fornece uma série de serviços ao motorista e passageiros, como Chamada de Emergência Inteligente; BMW Teleservices; Serviços Connected Drive (BMW Online, englobando portal de notícias, clima e aplicativos); Serviços Remotos – permite a utilização de algumas funcionalidades do veículo remotamente por meio de smartphones Android e iOS; preparação para Apple CarPlay; informações de Trânsito em Tempo Real e Concierge – serviço de suporte e informações para o cliente 24 horas por dia e sete dias por semana, recurso que possibilita ter comodidade e a garantia de uma experiência de dirigibilidade impecável a bordo.

Segundo a BMW, a partir de julho de 2020, os automóveis já contarão com o espelhamento para Android Auto.

Mas, e o desempenho?

Falamos de todos os aspectos técnicos do BMW Série 2 Gran Coupé, mas e como ele anda? Com certeza o Canaltech irá testá-lo e trará todos os detalhes para vocês, mas, por enquanto, podemos abordar suas especificações e alguns detalhes importantes.

Em termos de motorização, a versão de entrada 218i Gran Coupé Sport GP traz nova calibração para o motor BMW TwinPower Turbo, 1.5 litro, três cilindros, com 140 cavalos de potência entre 4.600 rpm e 6.500 rpm e 220 Nm de torque entre 1.480 rpm e 4.200 rpm. O conjunto, que oferece uma transmissão automática de sete velocidades e dupla embreagem, permite ao modelo atingir a velocidade máxima de 213 km/h e uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 8,7 segundos. Esta versão do propulsor - que ganhou nova calibração em relação ao modelo anterior - traz 4 cv a mais de potência e menos emissão de CO2.

Já a versão M235i xDrive Gran Coupé oferece o mais potente motor de quatro cilindros da BMW em um poderoso propulsor BMW TwinPowerTurbo, 2.0 litros, com 306 cavalos de potência entre 5.000 rpm e 6.250 rpm e 450 Nm de torque entre 1.750 rpm e 4.500 rpm, além de câmbio automático de oito marchas, e tração integral xDrive. Com novos pistões e taxa de compressão, mais largo e eficiente turbo charger e sensores de resfriamento otimizados esse conjunto impulsiona o modelo de 0 a 100 km/h em apenas 4,8 segundos e à velocidade máxima de 250 km/h.

Preços e disponibilidade

O BMW Série 2 Gran Coupé já está disponível na rede de concessionárias autorizadas da marca no país em duas versões e preços, com a versão 218i Gran Coupé Sport GP de R$ 186.950 e a M235i xDrive Gran Coupé a R$ 279.950.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.