Deu ruim? Musk diz que contrato entre Tesla e Hertz "não foi assinado ainda"

Deu ruim? Musk diz que contrato entre Tesla e Hertz "não foi assinado ainda"

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 05 de Novembro de 2021 às 15h30
Divulgação/Hertz

O negócio envolvendo a compra de 100 mil carros da Tesla pela locadora de veículos Hertz foi dado como certo no dia 26 de outubro e ganhou uma série de desdobramentos. Nesta sexta-feira (5), no entanto, ao responder a um comentário sobre a disparada das ações na Bolsa, Elon Musk, CEO da montadora, soltou a bomba no Twitter.

“Eu gostaria de enfatizar que nenhum contrato foi assinado ainda”, disparou o CEO. “A Tesla tem muito mais demanda do que produção, portanto, só venderemos carros para a Hertz pela mesma margem que damos para os consumidores. O acordo da Hertz tem efeito zero em nossa economia”, completou.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Os comentários sobre o efeito da transação com a Hertz nas finanças da Tesla foi uma resposta ao noticiário de uma forma geral, que atrelou o fato de a empresa ter ultrapassado o valor de R$ 1 trilhão pela primeira vez justamente após as ações dispararem de preço, algo que ocorreu apenas depois do anúncio da venda de 100 mil carros elétricos para a locadora de veículos.

O que diz a Hertz?

Imagem: Divulgação/Hertz

O negócio, apesar de ainda não estar com o contrato devidamente assinado, é tão dado como certo pela Hertz que a locadora até anunciou a intenção de ampliar o pedido para 200 mil carros, muito por conta de um acordo paralelo firmado com a Uber nos Estados Unidos.

As declarações de Musk nesta sexta-feira sequer chegaram a abalar a confiança dos representantes da Hertz em ver o combinado ser cumprido. Segundo o Wall Street Journal, o único detalhe pendente no acordo, e que provavelmente está atrasando a assinatura, é em relação ao cronograma de entrega dos carros.

“Conforme anunciamos na semana passada, a Hertz fez um pedido inicial de 100.000 veículos elétricos Tesla e está investindo em uma nova infraestrutura de carregamento de EV em todas as operações globais da empresa. As entregas do Teslas já começaram”, explicou a locadora, em comunicado enviado para a redação do jornal estadunidense.

Fonte: Electrek, Wall Street Journal

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.