Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Peugeot 208 Turbo x Volkswagen Polo Highline: Qual é o melhor hatch turbo?

Por| Editado por Jones Oliveira | 28 de Dezembro de 2023 às 08h30

Link copiado!

Felipe Ribeiro/Canaltech
Felipe Ribeiro/Canaltech

O mercado de hatches compactos segue como um dos mais competitivos e disputados no Brasil e toda ajuda é bem-vinda na hora de comprar um modelo. Há, sim, opções realmente interessantes sob vários pontos de vista, seja no desempenho, design e tecnologia.

E tanto o Peugeot 208 Turbo Style quanto o Volkswagen Polo Highline reúnem várias características que merecem sua compra. Com a chegada das versões turbo do modelo francês, o páreo ficou muito mais equilibrado e esse promete ser um dos comparativos mais disputados que fizemos.

No que apostar? No design e potência do Peugeot 208 Turbo Style ou na dirigibilidade e solidez do projeto do Volkswagen Polo Highline?

Continua após a publicidade

Para o comparativo entre o Peugeot 208 Turbo e o Volkswagen Polo Highline, como é de praxe aqui no Canaltech, utilizaremos os seguintes critérios:

  • Design
  • Acabamento
  • Conforto
  • Dirigibilidade
  • Consumo
  • Desempenho
  • Conectividade e Tecnologia
  • Segurança
  • Custo-Benefício

Já a pontuação será do seguinte modo:

Continua após a publicidade
  • Vitória: 3 Pontos
  • 2º lugar com pouca desvantagem: 2 pontos
  • 2º lugar absoluto: 1 ponto

Vamos descobrir agora qual é o melhor hatch turbo do Brasil.

9. Design

Prestes a ganhar uma profunda reestilização, o Peugeot 208 Style segue sendo um dos carros mais bonitos do Brasil e vence essa disputa com o VW Polo. Por mais que o desenho do compacto alemão seja moderno e atemporal, o modelo francês consegue se sobrepor muito em função de alguns detalhes importantes, como seu conjunto óptico ousado e, principalmente, as rodas aro 17, exclusivas dessa versão.

Continua após a publicidade
  1. Peugeot 208 Style: 3 pontos
  2. VW Polo: 2 pontos

8. Acabamento

O Volkswagen Polo até deu uma melhorada no acabamento após a reestilização lançada em 2022, mas o Peugeot 208 segue como uma das referências dentro do segmento e vence esse duelo com alguma facilidade.

Continua após a publicidade

Repare que a cabine do Peugeot, além de mais harmoniosa, tem materiais um pouco melhores do que no Volks. Sim, em ambos há plástico, mas a montadora francesa se arriscou mais com diferentes texturas e posicionamentos, tornando tudo com uma sensação de maior qualidade.

  1. Peugeot 208 Style: 3 pontos
  2. VW Polo: 1 ponto

7. Conforto

Continua após a publicidade

As medidas de ambos os hatches são bem parecidas, mas o VW Polo é muito mais espaçoso do que o Peugeot 208. Mas a vitória do compacto alemão vai além do espaço. Nessa reestilização, o Polo ficou mais macio e confortável na rodagem, graças a um acerto diferente na suspensão e com o uso de pneus de perfil maior.

Mas, falando do habitáculo em si, os 4,07m do Polo e seus 2,56m de entre-eixos garantem uma vida menos apertada na fileira traseira quando comparamos com os 4,05m e 2,53m, respectivamente, do 208. Mesmo pessoas mais altas conseguem sobreviver no hatch alemão, enquanto no francês é bem complicado.

  1. VW Polo: 3 pontos
  2. Peugeot 208 Style: 1 ponto
Continua após a publicidade

6. Dirigibilidade

Aqui o primeiro grande impasse desse comparativo. Fosse com o modelo 1.6, a vitória do VW Polo seria praticamente certa, mesmo com as mudanças vindas nessa reestilização. Mas, como estamos falando do Peugeot 208 turbo, a coisa muda bastante de figura. Explicamos.

O VW Polo sofreu simplificações para ficar mais barato e competitivo nas versões mais caras. Uma dessas coisas foi a troca do motor 1.0 turbo, que ficou menos potente, e do câmbio, que antes era o ótimo Aisin AQ250 e agora é o menos competente AQ160-6F. Na prática, o novo câmbio tornou o convívio com o Polo mais esquisito, com alguns trancos na saída da inércia e trocas lentas, em alguns casos.

No caso do Peugeot 208, o motor turbo trabalha junto com uma transmissão CVT de sete marchas simuladas e, pasmem, ela é muito melhor do que o conversor de torque automático como estamos acostumados. As transmissões CVT evoluíram muito e proporcionam mais agilidade e eficiência neste momento.

Continua após a publicidade

Soma-se isso, ao fato de que o Peugeot 208, assim como o Polo, é feito sobre uma plataforma bem moderna, segura e eficiente, a CMP. Sendo assim vitória do hatch francês.

  1. Peugeot 208 Style: 3 pontos
  2. VW Polo: 2 pontos

5. Consumo

Continua após a publicidade

Vamos às médias que obtivemos no uso dos dois carros, sempre com gasolina no tanque:

Peugeot 208 Turbo Style:

  • 11,7 km/l na cidade
  • 14,8 km/l na estrada
  • Média final: 13,2 km/l

Volkswagen Polo Highline:

Continua após a publicidade
  • 9,2 km/l na cidade
  • 16,5 km/l na estrada
  • Média final: 12,8 km/l

A mudança no câmbio e no motor do Polo foram benéficos para a suas médias de consumo, mas o funcionamento esquisito no ambiente urbano, sobretudo nas saídas e arrancadas, prejudicou um pouco esse resultado, coisa que não acontece com o Peugeot 208 e o casamento do motor turbo GSE com o câmbio CVT.

  1. Peugeot 208 Style: 3 pontos
  2. VW Polo: 2 pontos
Continua após a publicidade

4. Desempenho

O VW Polo teve seu motor 1.0 turbo trocado na reestilização e isso interferiu no desempenho, claro. O atual conta com 116cv e 16,8 kgf/m, que fazem o hatch ir de 0 a 100 km/h em apenas 10,5s. Já o Peugeot 208 recebeu o ótimo 1.0 turbo da Fiat, que rende 130cv e 20,4 kgf/m. O 0 a 100km/h do hatch francês é feito em apenas 9s.

Mas na prática, a diferença parece ser bem maior. O Peugeot 208 se mostra muito mais ágil no dia a dia e sua performance na estrada é muito agradável. O Polo não faz feio, é verdade, mas a perda de potência é notória no comparativo com as versões anteriores, que rendiam 128cv.

  1. Peugeot 208 Style: 3 pontos
  2. VW Polo: 2 pontos

3. Conectividade e Tecnologia

A Stellantis perdeu uma grande oportunidade de elevar o patamar do Peugeot 208 com a chegada da linha turbo. Já seria possível, por exemplo, implementar todo o sistema de conectividade que vimos em outros carros da montadora, como o Fiat Pulse e o Jeep Renegade, por exemplo. Mesmo assim, há que se elogiar a boa central multimídia de 10 polegadas, que possui ótima interface e tela de boa qualidade.

Mas, no comparativo direto com a VW Play, do Polo, a derrota é certa. Isso porque o aparelho da Volks é um dos melhores do mercado, com HD próprio, possibilidade de instalação de aplicativos, interface super-rápida e tela de alta resolução. Além disso, é possível agendar serviços para o seu Polo diretamente da central, basta se conectar à internet utilizando o seu celular com ancoragem.

  1. VW Polo: 3 pontos
  2. Peugeot 208 Style: 2 pontos

2. Segurança

Como ambos os hatches não dispõem do sistema ADAS em suas respectivas versões (o 208 tem na variante Griffe), aqui cabe o empate. Explicamos.

Ambos são munidos de controles de estabilidade e tração, frenagem pós-colisão, vetorização de torque e quatro airbags. Além disso, suas respectivas notas no LatinNCap são as mesmas: 3 estrelas.

  • Empate: 3 pontos

1. Custo-benefício

O custo-benefício quase sempre está atrelado ao preço e o quanto o produto entrega. Claramente o Peugeot 208 leva vantagem sobre o VW Polo em vários aspectos e, mesmo o modelo alemão sendo o topo de gama na linha, custa mais do que deveria no comparativo com o modelo francês, que tem seu topo de gama também abaixo no preço e com mais equipamentos.

Atualmente, o Peugeot 208 Turbo na versão Style sai por R$ 109.990, enquanto o VW Polo Highline vem por R$ 117.990. Mesmo com o Polo tendo um pouco mais de recursos do que o 208, como sensores dianteiros de estacionamento, câmera de ré superior e sensores crepuscular e de chuva, a diferença nos valores não se justifica na prática.

  1. Peugeot 208 Style: 3 pontos
  2. VW Polo: 2 pontos

Qual o melhor hatch compacto turbo: Peugeot 208 ou VW Polo?

  1. Peugeot 208 Turbo Style: 24 pontos
  2. Volkswagen Polo Highline: 20 pontos

A atual geração do Peugeot 208 é um projeto mais novo do que o VW Polo e isso faz a diferença e alguns aspectos, como acabamento e percepção de qualidade, mas o que fez mesmo a diferença por aqui foi o motor turbo presente no compacto francês. Com mais potência, torque e um câmbio mais eficiente, o 208 vence esse duelo com o Polo, uma das referências entre os compactos.

Ambos são boas compras, mas não tem como negar a eficiência e ótimos predicados do Peugeot 208.