Publicidade

Os 10 carros mais icônicos da Jeep

Por| Editado por Jones Oliveira | 12 de Abril de 2023 às 09h00

Link copiado!

Daniel/Pixabay/CC
Daniel/Pixabay/CC

A Jeep atingiu recentemente a marca de 1 milhão de carros produzidos na fábrica de Goiana, em Pernambuco, mas a história da marca estadunidense no Brasil começou bem antes da inauguração da planta, em 2015.

Alguns carros icônicos marcaram época no país desde a década de 1950, incluindo o Willys CJ3B, utilizado por três escoteiros para uma inóspita viagem entre São Paulo e o Alasca, que durou pouco mais de um ano.

A Jeep, porém, não é uma marca admirada somente no Brasil. Por conta disso, separamos em uma listinha os 10 carros mais icônicos da montadora estadunidense ao redor do globo em todos os tempos.

Continua após a publicidade

10. Willys MB

O primeiro modelo escolhido para a lista com os 10 carros mais icônicos da Jeep é o Willys MB. O carro foi fabricado pela Willys Overland entre 1941 e 1945 e nasceu para atender a um pedido do Exército estadunidense, que necessitava de um veículo leve com tração nas quatro rodas para participar da Segunda Guerra Mundial.

Além da tração 4x4, foi exigido que o Jeep Willys MB tivesse força suficiente para carregar 3 soldados, velocidade máxima de 80 km/h, torque mínimo de 11,7 kgf/m, capacidade de carga de ao menos 300 quilos e pudesse “superar vãos profundos”, de até 29 centímetros.

Continua após a publicidade

9. Willys CJ-2A

O sucesso do Willys MB foi tanto que, em 1945, a Jeep mandou ao mercado o CJ-2A. Baseado no “irmão”, ele foi o primeiro Jeep construído para o consumidor civil, e o primeiro a ostentar a grade frontal com sete aberturas — o Willys MB 1941 tinha nove.

O CJ do nome era abreviação de Civilian Jeep (ou Jeep Civil, em português). O primeiro modelo da linha apresentava outras diferenças em relação ao produzido para uso na Segunda Guerra Mundial, como o para-brisas fixo, portas traseiras, tampa de combustível externa e, claro, as novas cores, já que a versão militar era exclusivamente verde.

Continua após a publicidade

8. Willys Jeep Station Wagon

Um ano depois do primeiro Jeep CJ chegar ao mercado, a marca anunciou o Willys Jeep Station Wagon. Segundo os executivos, o modelo “foi desenvolvido para o trabalho e lazer, e iniciou a tradição Jeep no segmento de utilitários para toda a família”.

O modelo abriu as portas para o novo segmento e foi um verdadeiro sucesso de vendas, principalmente nos Estados Unidos. Este carro depois chegou à América do Sul e, no Brasil, foi vendido como Rural Willys.

Continua após a publicidade

7. Jeep Willys CJ3B

Lançado nos Estados Unidos em janeiro de 1953 e produzido no Brasil pela Willys-Overland a partir do ano seguinte, o CJ3B, ou “Cara de Cavalo”, tinha como principais diferenciais a grade frontal e o capô mais elevados, justamente para acomodar o motor 4 cilindros Hurricane.

O CJ3B, utilizado pelo uruguaio Hugo J. Vidal para ir de São Paulo ao Alasca, teve 155 mil unidades produzidas até 1968 e foi considerado o primeiro “carro mundial” da Jeep. O modelo teve até um “irmão gêmeo” militar, o M606, e chegou a ser fabricado também em países como Japão, Índia, França, Espanha e Turquia.

Continua após a publicidade

6. Willys Jeep CJ-5

Apresentado em na Guerra da Coreia como Willys M38A1, foi rebatizado como CJ-5 dois anos mais tarde ao ser disponibilizado para o consumidor civil nos Estados Unidos. Esse foi, segundo a marca, “o mais longevo de todos os Jeep civis”.

O Willys CJ-5 tinha para-lamas arredondados e maior distância entre-eixos, motor Hurricane F134 de 2.2 litros e 4 cilindros, que produzia 75cv de potência. O carro foi um verdadeiro sucesso mundial, inclusive no Brasil, onde chegou em 1955 para assumir a liderança do mercado entre 1957 e 1958.

Continua após a publicidade

5. Jeep Wagoneer

O conceito de utilitário esportivo nasceu com o Wagoneer. O sucessor do Jeep Station Wagon é considerado o primeiro 4×4 de luxo do mundo e chegou ao mercado com uma série de inovações.

Entre os diversos avanços que um dos icônicos modelos da Jeep apresentou ao mundo em 1962 estavam a suspensão independente, a direção hidráulica, o ar-condicionado e a transmissão automática.

Continua após a publicidade

4. Jeep Cherokee

O Jeep Cherokee é outro modelo que não poderia faltar na lista de 10 carros icônicos da montadora estadunidense. Em 1974 ele teve sua produção iniciada, a princípio como uma versão de duas portas mais compacta do Wagoneer.

Não demorou muito, porém, e o Jeep Cherokee ganhou a opção de cinco portas para, a partir daí, se tornar um dos maiores sucessos da história da marca, não apenas nos Estados Unidos, mas em todo o mundo.

Continua após a publicidade

3. Jeep Wrangler

Sucessor da linha CJ, o Jeep Wrangler, lançado pela primeira vez em 1987, é um dos mais icônicos modelos da marca, e oriundo da família YJ. Segundo os executivos que conversaram com o Canaltech, ele “estabeleceu novos padrões no segmento automotivo mundial”.

Os faróis quadrados e as palhetas apoiadas no para-brisa são algumas das características que diferenciam o Wrangler YJ dos demais modelos Jeep.

O Wrangler teve sua produção iniciada em Brampton, Ontário, no Canadá, e por lá seguiu sendo fabricado até 1992, quando foi transferido para a planta de Toledo, em Ohio, nos Estados Unidos — a mesma em que eram fabricados os Jeep Willys durante a Segunda Guerra Mundial.

Continua após a publicidade

2. Jeep Renegade

Vamos pular quase três décadas no tempo e viajar para 2015. Foi nesse ano que surgiu um dos representantes atuais da lista de 10 carros icônicos da Jeep: o Renegade.

O SUV é o chamado “case de sucesso” da marca e o grande responsável por reacender a paixão do brasileiro pelos modelos Jeep. Ele chegou ao Brasil para marcar a inauguração da nova fábrica localizada em Goiana, Pernambuco.

Continua após a publicidade

O Renegade é presença constante nas listas de SUVs mais vendidos do Brasil e colaborou para a marca chegar, em menos de uma década, à marca de 1 milhão de carros fabricados na nova planta — processo que contou com a ajuda do Canaltech.

1. Jeep Compass

O Brasil foi o primeiro país a produzir a segunda geração do Jeep Compass e, por isso, o modelo fecha a relação com os 10 mais icônicos da história da marca.

A primeira geração do Compass, lançada em 2007, também chegou a ser vendida por aqui, mas apenas via importação, o que acabou inviabilizando sua "decolagem" total nas vendas.

O segundo “turno” do Compass, porém, sacramentou a trajetória de sucesso do modelo e o transformou em um dos mais vendidos do país por 6 anos seguidos, inclusive em março de 2023.

E aí? O que acharam da lista com os 10 modelos mais icônicos da história da Jeep? Faltou algum na relação? Comente conosco em nossas redes sociais.