Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Carro elétrico tem câmbio? | Saiba como funciona a ré e mais curiosidades

Por| Editado por Jones Oliveira | 29 de Novembro de 2021 às 21h00

Link copiado!

Paulo Amaral/Canaltech
Paulo Amaral/Canaltech

O carro elétrico está na moda, vem aumentando o número de vendas no Brasil e, claro, aguçando a curiosidade de quem ainda não viu ou experimentou a sensação de dirigir um veículo com essa motorização que em breve se tornará maioria nas ruas dos quatro cantos do planeta.

Para você, canaltecher que se enquadra nesse perfil, preparamos um material diferente, voltado especialmente para um ponto específico desses carros: o câmbio. Afinal de contas, carro elétrico tem câmbio? Automático ou manual? Quantas marchas ele tem? E o ponto morto? Funciona como em um carro comum? É verdade que ele atinge a velocidade máxima mesmo quando está dando ré?

Continua após a publicidade

São muitas as perguntas e as curiosidades, e nós temos a resposta para todas elas. Vamos começar dando um pequeno spoiler e afirmando que sim, o carro elétrico tem câmbio, mas o funcionamento dele é bem diferente do que estamos acostumados a ver em veículos a combustão, sejam eles manuais ou automáticos.

Então, sem mais, vamos responder às 5 principais dúvidas sobre carro elétrico e o “mistério do câmbio”.

5. Carro elétrico tem câmbio?

Continua após a publicidade

Simples e direto: sim, carro elétrico tem câmbio. A diferença está na construção dele. Enquanto os carros a combustão contam com uma caixa de câmbio repleta de engrenagens e um sistema complexo, o câmbio do carro elétrico, na verdade, é bem mais simples.

Ao colocar o câmbio do carro elétrico na posição “D” (drive) e pisar no acelerador, o motor elétrico recebe a energia da bateria. Como ele é ligado diretamente ao diferencial do carro, as rodas começam a se movimentar. A intensidade/velocidade depende exclusivamente da pisada, já que todo o torque disponível é despejado sem a necessidade de aumentar a rotação do motor.

4. Quantas marchas tem o câmbio do carro elétrico?

Continua após a publicidade

Os carros elétricos, em sua grande maioria, possuem apenas uma marcha (além da ré). Somente modelos específicos, como o Porsche Taycan, elétrico mais vendido do Brasil no primeiro semestre de 2021, possuem duas marchas (como na foto acima).

A marca inovou e acrescentou uma primeira, reduzida, para “oferecer uma arrancada veloz e ter boa máxima”, mas, de acordo com os engenheiros, em condições normais, o carro sempre sai em segunda marcha.

3. Carro elétrico tem câmbio manual?

Continua após a publicidade

A terceira pergunta sobre o câmbio do carro elétrico pode ser respondida tanto positiva quanto negativamente. Não entendeu? É simples. Na verdade, os modelos de carros elétricos que encontramos por aí NÃO TÊM câmbio manual, mas há uma exceção.

A marca chinesa BYD criou o e3 especialmente para atender à demanda de auto-escolas. Segundo o site CarNewsChina, o sedã é equipado com um seletor que permite simular modos diferentes de condução e até mesmo a troca de marchas, como se fosse um modelo tradicional, a combustão. Ou seja: ele segue sendo um câmbio automático, mas que simula as trocas manuais.

2. Ponto morto, ou marcha neutra

Continua após a publicidade

Outra diferença encontrada entre o câmbio de um carro elétrico e um a combustão está na marcha neutra (“N”) ou, como é popularmente conhecido, o ponto morto. Nos carros a combustão, é o ponto morto que faz com que a placa de embreagem se desengate do motor e deixe as rodas livres para girar, permitindo a famosa “banguela”.

Nos carros elétricos, no entanto, ou na imensa maioria deles, não existe função para a marcha neutra. Afinal, os EVs utilizam a eletricidade para acelerar e para frear, e isso significa que não é possível desconectar as rodas do motor. O “N” de um carro elétrico funciona apenas para desconectar os freios e permitir que o carro seja empurrado por poucos metros. É por isso que ele não pode ser rebocado com as rodas no chão, lembram?

1. Como funciona a ré do carro elétrico?

Continua após a publicidade

Vamos fechar nossa listinha de perguntas e respostas sobre o câmbio do carro elétrico abordando a marcha a ré. Para começo de conversa, temos que pontuar, novamente, que o funcionamento dela é diferente do que estamos acostumados nos carros a combustão.

A marcha a ré no carro elétrico funciona simplesmente comandando o motor a inverter a rotação. Desta forma, o veículo começará a acelerar na direção oposta. E, com isso, abrimos espaço para responder a mais uma pergunta dentro deste tópico: é possível alcançar a velocidade máxima também com a ré engatada?

Na teoria, sim, mas, na prática (e ainda bem), isso não é possível. Como o sistema é exatamente o mesmo, independentemente da direção que o veículo está acelerando, há limitação eletrônica de velocidade para quando a ré está engatada. Afinal, se o torque imediato despejado em marcha a ré fosse total, a condução seria extremamente perigosa.

E aí: entendeu melhor o funcionamento de um câmbio de carro elétrico? Esperamos que as dúvidas tenham sido esclarecidas, mas, se ainda restou alguma questão, basta interagir como Canaltech nas redes sociais.

Continua após a publicidade

Com informações: CarNewsChina, Webmotors