Carros elétricos mais que dobram vendas no Brasil em 2021

Carros elétricos mais que dobram vendas no Brasil em 2021

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 09 de Novembro de 2021 às 08h10
Paulo Amaral/Canaltech

Os carros elétricos e híbridos estão caindo cada vez mais no gosto do brasileiro. Apesar de os preços ainda serem considerados altos e de todas as dificuldades relacionadas ao carregamento das baterias, as vendas desses veículos dispararam no comparativo entre 2021 e o ano passado.

De acordo com dados divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Autoveículos (Anfavea), entre janeiro e outubro de 2021 foram vendidos 1.805 novos carros elétricos no país. O número é 125,3% maior do que o registrado nos 12 meses de 2020, período em que apenas 801 unidades registraram emplacamento.

Imagem: Divulgação/Anfavea

A preferência pela nova motorização fica mais evidente ainda quando os números dos carros híbridos - que misturam motorização a combustão com a elétrica - são colocados na mesa. Segundo a Anfavea, durante todo o ano de 2020 foram vendidos 18.944 veículos híbridos. Em 2021, nos 10 primeiros meses, já foram emplacados 25.135 carros desse tipo.

No total, os chamados veículos eletrificados - ou 100% elétricos ou híbridos - já estão respondendo por 1,7% de todo o mercado de auitomóveis no Brasil. Em 2020, nos 12 meses, o percentual foi de somente 1%, ou seja, a preferência por esse segmento quase dobrou de dezembro do ano passado até o fim de outubro de 2021.

Pesados, mas elétricos

O cenário também mudou e pendeu para os veículos eletrificados no campo dos pesados. O relatório divulgado pela Anfavea mostrou que, de janeiro a outubro, foram emplacados 157 caminhões ou ônibus com propulsores mais ecológicos. Em 2020, o total entre janeiro e dezembro foi quase quatro vezes menor: 41.

Imagem: Divulgação/Anfavea

O relatório juntou na mesma conta de “energia limpa” os caminhões e ônibus movidos a gás natural. Neste recorte, foram registrados 224 novos emplacamentos em 2021 no segmento dos pesados entre janeiro e outubro, contra apenas 86 nos 12 meses de 2020. O percentual em vendas subiu de 0,1% no ano passado para 0,2% em 2021.

Fonte: Anfavea

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.