Baidu já pode operar ônibus autônomo em metrópole chinesa

Baidu já pode operar ônibus autônomo em metrópole chinesa

Por Felipe Ribeiro | Editado por Douglas Ciriaco | 19 de Abril de 2021 às 11h49
China Daily/ Photo/IC

As gigantes da tecnologia parecem ter despertado para o mercado automotivo e de mobilidade, mais especificamente na China. Depois de a Xiaomi e a Huawei informarem que farão investimentos bilionários em carros elétricos e autônomos, chegou a vez da Baidu, o "Google chinês", receber autorização para operar ônibus autônomos na cidade de Chongqing, a mais populosa do mundo.

Já reconhecidamente uma empresa que tem investido em mobilidade, pois já possui projetos de carros autônomos sendo testados por toda a China, a Baidu agora sobe de patamar ao receber a aprovação do governo local para transportar passageiros em uma cidade gigantesca.

Esse serviço, que será chamado de Apollo, terá uma rota limitada em uma área específica de 10 quilômetros, com trajeto que passa muitas paradas, além de dois lagos cênicos, duas universidades e um parque urbano. Os viajantes são obrigados a reservar viagens por meio de um dos vários aplicativos de transporte da companhia.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Reprodução/ CGTN

“A cooperação entre Chongqing e Baidu Apollo foi muito melhorada. As duas partes chegaram a uma cooperação estratégica que ajudará a cidade a se tornar uma referência para a indústria nacional de transporte inteligente no futuro", disse a Baidu em um comunicado enviado à imprensa.

Mas a liberação das autoridades de Chongqing para a Baidu vem na esteira de contrapartidas. A empresa se comprometeu a expandir o serviço de transporte autônomo com outros veículos, implementar uma forte rede de carregamento para carros elétricos e o constante investimento em tecnologia para deixar as rotas sempre seguras.

Outros projetos do Baidu

O início das atividades dos ônibus da Baidu em Chongqing são realidade, mas não devem ser os únicos projetos desse tipo comandados pela gigante chinesa das buscas. No ano passado, ela lançou serviços de robotáxi em Pequim, Changsha e Cangzhou. Esses empreendimentos são gratuitos para os passageiros, mas exigem registro por meio de um aplicativo, e os veículos contêm um motorista de prontidão em caso de mau funcionamento.

Além disso, a Baidu não está apenas focada no desenvolvimento de veículos autônomos. Seu software DuerOS Internet-of-Things avançou para se tornar a plataforma líder da China em publicidade e entretenimento para passageiros em seu conjunto de veículos autônomos.

Fonte: Barron's

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.