Análise | Ford Ka 2019 eleva padrão dos compactos com tecnologia e segurança

Por Felipe Ribeiro | 29 de Abril de 2019 às 10h01
Leonardo Pavini/ Canaltech
Tudo sobre

Ford

Saiba tudo sobre Ford

Ver mais

Os anos vão passando e os automóveis vão ficando cada vez mais tecnológicos e equipados, seja para o infotenimento, seja para a segurança e conforto dos motoristas e passageiros. O brasileiro paga caro por seus carros, independentemente da marca e categoria, o que fica cada vez mais explícito no segmento mais competitivo da nossa indústria: os compactos.

Cada vez mais potentes e com opcionais antes vistos apenas em modelos de categorias superiores, os compactos rumam para estabelecer novas divisões no mercado. O modelo que analisamos no Canaltech é o que, hoje, melhor exemplifica esse rumo dos carros populares: o Ford Ka Titanium 2019.

Com motor potente, pacotes tecnológicos atraentes, design bem resolvido e itens de segurança de sobra, o Ford Ka 2019 apresenta-se como o melhor dentro de sua categoria, bem superior aos seus rivais mais diretos e que, certamente, fará com que esses concorrentes tenham que trabalhar bastante para igualá-lo ou até superá-lo.

Altamente conectado

Vamos começar pelo grande destaque apresentado pelo Ford Ka 2019: seu pacote multimídia. O carrinho ganhou a versão mais atualizada de um dos melhores kits do mercado, a central Sync 3. Sua tela sensível ao toque flutuante de 6,5 polegadas é mais elevada, dando ao motorista maior conforto e segurança para fazer os comandos necessários, seja com o toque na tela, que é extremamente preciso, ou no volante, que possui os principais controles para músicas, ligações telefônicas e acionamento do comando de voz.

Navegação com o Google Maps é precisa e de fácil manuseio (Foto: Leonardo Pavini/Canaltech)

Por falar nos acionamentos por voz, o Ka 2019 melhorou em relação ao seu antecessor. Agora é possível, além de executar funções como mudar de música e fazer ligações, ditar as mensagens que serão enviadas via WhatsApp, Telegram e SMS. A inteligência da Sync 3 é assustadoramente precisa, fazendo com que os receptores das mensagens que enviamos tivessem a ideia de que tudo havia sido digitado normalmente.

Spotify pode ser controlado por meio do Android Auto (Foto: Leonardo Pavini/Canaltech)

Outra grande melhoria para esse kit é a possibilidade de espelhamento com smartphones com o Android Auto e o Apple Car Play. Neste caso, é necessário que o usuário conecte seu aparelho por meio de uma das duas entradas USB presentes no painel. Com isso, é possível utilizar os navegadores GPS, visualizar e responder às mensagens e ligações, acessar a previsão do tempo e, claro, ouvir suas músicas por meio de aplicativos como Spotify, Google Play Música, Deezer e até o YouTube Music.

Quando conectamos o smartphone apenas via Bluetooth, ficamos restritos à interface da Sync 3, o que é bom também. Todas as funções se mantêm as mesmas, com exceção da navegação GPS, que fica exclusiva com o Waze, já que a central possui essa parceria com o aplicativo.

Tecnologia a favor da segurança

O Ford Ka 2019 também deu um grande salto com relação à segurança. Em sua versão anterior, o carro não passou nos testes do Latin Ncap, tendo levado nota zero. Com isso em mente, a Ford fez uma reformulação estrututal no automóvel: a carroceria recebeu reforços adicionais nos pilares e no teto, com ampliação da espessura das chapas em até 1,2 mm e a aplicação de aços especiais de alta resistência em áreas críticas para aumentar a rigidez torsional e o desempenho em colisões.

Mas as melhorias não ficaram apenas na parte estrutural. Na versão testada, a Titanium, o Ka 2019 possui seis airbags: dois frontais, dois de cortina e mais dois nos bancos da frente. Os controles de tração e de estabilidade também estão presentes, além do sistema de partida em rampa, que funciona de maneira impecável.

(Foto: Leonardo Pavini/ Canaltech)

Voltando à Sync 3, mas agora para falar de segurança, podemos ter alguns itens importantes e que certamente deixarão as coisas mais confortáveis – principalmente aos motoristas. A principal adição aqui são os sensores de estacionamento e câmera de ré com gráficos de linha. Além de detectar a aproximação de obstáculos com sinais sonoros, o display possui gráficos com cores que mostram em cada um dos quatro sensores traseiros a proximidade de objetos. A resolução da câmera também é digna de elogios.

(Foto: Leonardo Pavini/ Canaltech)

Outra função muito interessante do multimídia da Ford, e que é exclusiva, é a Assistência de Emergência, que faz uma ligação automática para o serviço de atendimento médico de urgência, SAMU, por meio de um celular pareado em caso de acidente com abertura dos airbags ou acionamento do corte de combustível. Evidente que não testamos essa função por razões óbvias.

É possível, também, personalizar a maneira como você interage com o carro e a utilização da chave presencial por meio do My Key, um dispositivo também presente no Sync 3.

Desempenho para ninguém botar defeito

Algo que chamou muita atenção nos testes do Ford Ka 2019 foi seu desempenho. A versão Titanium vem com o renovado motor 1.5 Ti-VCT Flex de três cilindros da nova família global Ford. Este conjunto tem a maior potência e torque específicos do segmento: 90 cv/l sem comprometer a economia de combustível, com 136/128 cv (a 6.500 rpm) com etanol/gasolina. Sobre o consumo, rodamos pouco mais de 300km com etanol e os resultados foram excelentes: média de 8,6 km/l na cidade e 14 km/l na estrada.

Novo câmbio automático de seis velocidades trouxe mais conforto ao Ka e casou bem com o motor 1.5 (Foto: Leonardo Pavini/ Canaltech)

Durante os testes, tanto no circuito urbano quanto na estrada, o desempenho do Ka foi digno de um hatch médio. A relação peso potência faz com que ele se tornasse um veículo muito esperto, com boas retomadas e rodar bem suave, mesmo em ladeiras pesadas. Isso também foi potencializado pelo câmbio automático de seis velocidades, que aproveita bem a potência e torque do veículo. No Ka, a Ford, assim como no EcoSport, abandonou o problemático PowerShift. Finalmente.

A direção elétrica progressiva também é um ponto forte. Diferente de algumas presentes no mercado, a calibração apresenta-se impecável, com o peso certo e adaptação à velocidade que tornam a direção extremamente confortável.

(Foto: Leonardo Pavini/ Canaltech)

Essa “subida” do Ka explica, e muito, a ideia da Ford de retirar o Fiesta e o Focus do mercado. Embora sejam produtos muito bons, suas vendas não justificam uma continuidade, além do fato de que o mercado brasileiro, definitivamente, está mais de olho em compactos e SUVs, transformando os hatches médios praticamente em um nicho.

Ressalvas

Nem tudo são flores com o Ka 2019. Algo que nos incomodou um pouco durante os testes foi o acerto da suspensão. Embora ele tenha ficado mais macio do que sua versão anterior, nossas ruas esburacadas ainda são inimigas do compacto da Ford. Não é algo suficiente para fazer as pessoas passarem longe deste carro na concessionária, mas certamente há opções na mesma faixa de valor com um acerto de suspensão mais macio e que absorvem melhor as imperfeições do solo.

Outra falta grave para este automóvel foi a ausência de um dispositivo que subisse os vidros do carro ao travarmos as portas. Coisa básica e que já vimos em concorrentes bem inferiores. Na versão Freestyle, que está posicionada um pouco abaixo da Titanium, mas com características off-road, esse problema não ocorre.

(Foto: Leonardo Pavini/ Canaltech)

Como esse modelo funciona com chave presencial e a partida é feita por um botão, também fez falta um local mais seguro para deixarmos o acessório, o que nos leva a falar um pouquinho sobre o acabamento, que melhorou com relação ao Ka anterior, mas que ainda deixa a desejar se levarmos em conta os preços praticados nesta versão.

E, por fim, a iluminação, que é bem fraca, mesmo com todos os farois ligados.

O melhor da categoria

O Ford Ka Titanium 2019 é, com sobras, o melhor compacto do mercado se levarmos em conta seus concorrentes mais diretos: Chevrolet Onix, Hyundai HB20 e Nissan March. É o mais potente, oferece espaço bem interessante e seu pacote tecnológico é, também, o mais completo.

(Foto: Leonardo Pavini/ Canaltech)

Uma pena que para ter toda essa experiência o preço não seja muito convidativo (o que também ocorre com seus concorrentes). A versão que o Canaltech testou, com a maioria dos opcionais, não sai por menos de possantes R$ 68.990.

Portanto, se você quer um carro compacto e não vê problema em abrir a carteira, o Ford Ka 2019 é a melhor escolha. Ele certamente elevou o padrão dos compactos e fará com que os rivais tenham de se mexer – e muito.

*Os testes foram realizados em um Ford Ka Titanium 2019 gentilmente cedido pela Ford Motor Company Brasil

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.