Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Como fazer um portfólio de programação | Guia Prático

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 28 de Abril de 2024 às 20h00

Link copiado!

Pixabay/Pexels
Pixabay/Pexels

Você pode fazer um portfólio de programação para se aproximar de novos clientes, parceiros e empregadores. Assim é possível divulgar os seus projetos, experiência profissional e demais detalhes importantes sobre a sua carreira em um site próprio.

Como criar um portfólio de programação

Antes de construir um site, é preciso levantar as informações que vão aparecer no seu portfólio. Essa etapa é importante para descobrir o que entrará nos destaques e como você deseja se apresentar a potenciais clientes, empregadores e afins.

Continua após a publicidade

Separe seus projetos

O portfólio deve conter as principais informações sobre você e sua carreira. Por isso, separe todos os projetos que você desenvolveu, incluindo capturas de tela dos softwares. Também vale a pena destacar reconhecimentos pelo seu trabalho, como premiações em hackatons e outros tipos de eventos.

Outro detalhe importante é estruturar o seu currículo, com experiência profissional e formação, além das suas especializações e nível de aprendizado com linguagens e interfaces, como Python, PHP, MySQL, HTML, JavaScript e muito mais. 

Organize seus projetos

Depois que você separou todas as informações, separe os projetos mais importantes e crie breve descrições a respeito. Lembre-se de utilizar um tom objetivo e destacar, principalmente, os desafios e os problemas resolvidos pela solução. Já em relação ao currículo, estruture uma página com sua experiência e formação. 

Também é importante fazer uma “bio” sobre você, uma descrição bem breve sobre sua especialização e alguns destaques, para ser posicionado no começo do site. Assim como os projetos, o texto precisa ter um tom profissional e objetivo. A página também precisa de uma foto com fundo neutro e que destaque o seu rosto.

6 plataformas para hospedar o seu portfólio

Conheça 6 opções de serviços para você publicar o seu portfólio de programação.

Continua após a publicidade

1. Google Sites

Se você busca uma opção mais simples e mais rápida, crie o seu portfólio pelo Google Sites. A plataforma gratuita permite criar páginas na web sem precisar digitar uma linha de código e ainda permite o uso de domínios próprios, além de modelos prontos para você apresentar os seus projetos.

Continua após a publicidade

2. Wix

O Wix é outra opção na mesma seara do Google Sites, mas com um leque de ferramentas mais completo, além de mais opções para personalizar o site. No entanto, apesar de ter um plano gratuito, é necessário fazer uma assinatura para tirar os anúncios da página e utilizar um domínio próprio.

  • Acesso: pt.wix.com
  • Nível de dificuldade: fácil;
  • Preço: Gratuito e planos a partir de R$ 6 ao mês.
Continua após a publicidade

3. Medium

Apesar de ser um site com foco em textos, você consegue criar uma publicação no Medium e estruturar a página inicial para destacar páginas com seus projetos, o seu currículo e muito mais. Contudo, para ter acesso à configuração de domínio personalizado, é necessário fazer uma assinatura.

  • Acesso: medium.com;
  • Nível de dificuldade: médio;
  • Preço: Gratuito e planos a partir de US$ 5 por mês ou US$ 60 por ano.
Continua após a publicidade

4. WordPress.com

O WordPress.com é uma forma mais simples de usar o publicador sem depender de uma hospedagem e muitos conhecimentos técnicos. Para usá-lo, basta fazer um cadastro, criar um site e prepará-lo da forma que desejar. Contudo, opções como domínio próprio, seleção de temas próprios e alguns plugins são limitados à versão paga do serviço

  • Acesso: wordpress.com;
  • Nível de dificuldade: fácil;
  • Preço: Gratuito e planos a partir de R$ 31 ao mês ou R$ 144 ao ano.
Continua após a publicidade

5. GitHub Pages

O GitHub Pages é uma opção para transformar o seu repositório em uma página da web gratuitamente. A alternativa está disponível nas configurações do serviço e aceita arquivos HTML, CSS e JS. Se precisar de algo mais avançado, como um blog, você pode utilizar o Jekyll ou Hugo.

Continua após a publicidade

6. WordPress.org

Se você já busca algo bem mais complexo, com muitas páginas e recursos especiais, como um formulário para contratação de serviços ou captação de leads, publicação de conteúdos, uma opção é recorrer ao WordPress.org. Essa versão do gerenciador pode ser instalada em servidores próprios e dá total liberdade ao desenvolvedor. Contudo, é preciso contratar uma hospedagem para executar o software.

  • Acesso: wordpress.org;
  • Nível de dificuldade: avançado;
  • Preço: Software gratuito, mas requer servidor.
Continua após a publicidade

Conheça também 5 cursos gratuitos para aprender sobre Inteligência Artificial.