Museu da Flórida usa deepfake para “ressuscitar” pintor Salvador Dalí

Por Rafael Arbulu | 03 de Junho de 2019 às 10h27
(Imagem: Acervo pessoal)

Salvador Dalí vive. Ao menos, por meio da inteligência artificial.

O Museu Dalí de São Petersburgo, na Flórida, usou de técnicas de inteligência artificial (IA) para recriar o renomado pintor surrealista espanhol, posicionando-o como atração principal interagindo com fãs e até tirando selfies.

A tecnologia usada já é conhecida por quem tem um conhecimento mínimo de tecnologia: trata-se de um deepfake, que já abordamos algumas vezes aqui no Canaltech. Entretanto, controverso como o método é, aqui ele é aplicado de forma benéfica. “Dalí” caminha junto dos visitantes do museu e tece comentários sobre sua vida, suas obras e até sobre a forma como ele enxerga a morte — algo no mínimo curioso, haja vista que Salvador Dalí morreu em janeiro de 1987, vítima de insuficiência cardíaca.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Os deepfakes tornaram-se famosos por um uso mais nefasto: devido à sua proximidade e verossimilhança, diversos vídeos pornô em portais adultos traziam superimposições dos rostos de atrizes famosas de Hollywood e celebridades e influenciadores de internet em cenas de sexo. Evidentemente, não eram elas de verdade, mas o nível de realismo das montagens impressionou. O diretor de filmes de terror e comediante Jordan Peele (Corra!, Nós) chegou a emprestar a sua voz para um vídeo onde um suposto Barack Obama ataca o presidente dos EUA, Donald Trump, além de outras sandices, a fim de mostrar as possibilidades dos deepfakes.

No caso de Dalí, porém, a tecnologia controversa é usada para o bem: “O próprio Dalí estava sempre à frente da tecnologia, sempre experimentando e tentando coisas novas”, disse à Smithsonian Magazine a diretora de marketing do Museu Dalí, Beth Bell. “Nós sentimos a obrigação de manter esse legado vivo. Achamos que ele adoraria esse tipo de coisa. Está no espírito do próprio Dalí”.

Até o momento, não há registros da atração rodando ao vivo, mas o próprio museu liberou um teaser no início de maio anunciando a novidade:

Fonte: Smithsonian Magazine

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.