IA cria filmes pornográficos fakes com imagens públicas de celebridades

Por Redação | 13 de Dezembro de 2017 às 08h05
photo_camera divulgação

Lembra da declaração do Stephen Hawking sobre qualquer indivíduo mal-intencionado poder utilizar tecnologias de machine learning e inteligência artificial para criar perigos para humanos? Pois saiba que a falta de noção humana já começou.

O usuário do Reddit deepfakes usou ferramentas de código aberto, que estão disponíveis a qualquer pessoa que esteja a fim de brincar com machine learning, para inserir a imagem da cabeça da atriz Gal Gadot, a intérprete da Mulher Maravilha nos cinemas, no lugar da cabeça de uma atriz de filmes pornográficos, dando a impressão de que o filme erótico era estrelado por Gadot.

Deepfakes também postou vídeos pornográficos com colagem das imagens de Scarlett Johansson, Taylor Swift, Aubrey Plaza, além de Maisie Williams, atriz de apenas 20 anos que interpreta a Arya Stark em Game of Thrones desde seus 14 anos. 

As colagens enganam num primeiro olhar desavisado, mas são facilmente identificadas como colagens, uma vez que o movimento do rosto distoa dos sons emitidos no melhor estilo gemidão do zap. Ainda assim, o resultado é impressionante para o trabalho de apenas uma pessoa e não um estúdio gráfico profissional.

Segundo deepfakes, que não se identifica com medo de um merecido escrutínio público, o software tem como base diversas bibliotecas de código aberto, tais como Keras, com o back-end feito através da TensorFlow, ferramenta gratuita disponibilizada pela Google. Na compilação dos rostos das celebridades foram usadas imagens públicas em fotos e vídeos espalhados pela web. Bastou treinar a IA com algoritmos dos vídeos pornográficos e dos rostos das celebridades e pronto! Os pontos se organizaram de forma a substituir o rosto da atriz pornográfica pelos rostos das celebridades. Ou seja, com as selfies que você postou ao longo da sua vida, do Orkut até aqui, qualquer desocupado com malícia suficiente pode manipular um vídeo pornográfico para que a atriz em questão se pareça contigo. Assustador, não é?

Deepfakes sequer é um pesquisador profissional de IA. Ele se define como um programador entusiasta de machine learning. “Apenas encontrei uma forma inteligente de fazer trocas de rostos”, diz deepfakes sobre seu trabalho de mau gosto. “Com centenas de imagens de rostos, posso gerar com facilidade milhões de imagens distorcidas para treinar a rede. Depois disso, insiro o rosto de outra pessoa na rede e ela achará que se trata de mais uma imagem distorcida, então tentará fazê-la se parecer com o rosto utilizado nos treinos”.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.