Windows 10 substitui de vez o antigo Edge pelo novo baseado no Chromium

Por Felipe Junqueira | 03 de Junho de 2020 às 13h15
Microsoft
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

Acabou a vez do Edge como o conhecemos desde o início, quando foi lançado pela Microsoft como substituto do Internet Explorer. Chegou a hora de distribuir amplamente o novo Edge, navegador baseado no Chromium, ou seja, com mecanismos parecidos com os do Google Chrome, mas levemente modificado no visual e com algumas funções diferentes.

As atualizações mais recentes do Windows 10, sob as firmwares KB4541301, KB4541302 e KB4559309, disponíveis para quem tem as versões 1803, 1809, 1903, 1909 ou 2004 do sistema, trazem consigo o novo navegador, substituindo a versão antiga do Edge. Até agora, o browser baseado em Chromium só estava disponível por download separadamente. A diferença é que, com isso, ele passa a ser o navegador distribuído com o próprio sistema operacional.

O novo Edge vai substituir automaticamente a versão Legacy, assumindo todos os atalhos existentes para o navegador da Microsoft. O usuário não poderá desinstalar o navegador, mas, claro, ainda poderá optar por outro app de sua preferência, seja o Google Chrome, Mozilla Firefox, Opera ou qualquer outro a ser instalado adicionalmente.

Para quem ainda não entendeu muito bem qual é a desse novo browser, pense assim: é como se fosse uma interface que a Microsoft fez “por cima” dos códigos mais básicos do navegador do Google. Ele “lê” os sites basicamente da mesma maneira, e possui até suporte às extensões disponíveis na Chrome Web Store.

Fonte: TechDows

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.