WhatsApp anuncia novas "Comunidades", reações com emojis e mais novidades

WhatsApp anuncia novas "Comunidades", reações com emojis e mais novidades

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 14 de Abril de 2022 às 13h12
Dima Solomin/Unsplash

O WhatsApp inicia nesta quinta (14) testes com as Comunidades, anunciou o CEO da Meta, Mark Zuckerberg. Previstas em vários vazamentos de recursos experimentais no WhatsApp Beta, a nova modalidade de conversas do mensageiro favorito dos brasileiros pretende unir vários chats em grupo num só lugar, a fim de aproximar pessoas com interesses específicos.

As Comunidades no WhatsApp funcionarão como um “guarda-chuva” de chats em grupo, segundo descreve a própria plataforma em comunicado. “As pessoas poderão receber atualizações enviadas para toda a Comunidade e organizar facilmente grupos de discussão menores sobre o que é importante para elas”, complementou o artigo.

Comunidades são "grupões" que reúnem todos os chats em grupo relacionados a um assunto específico (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

“Está claro há algum tempo que a maneira como nos comunicamos online está mudando. A maioria de nós usa redes sociais e feeds para descobrir conteúdos interessantes e se manter atualizado. Mas para um nível mais profundo de interação, as mensagens se tornaram o centro de nossas vidas digitais”, disse Mark Zuckerberg em post no Facebook.

“Criamos as Comunidades do WhatsApp para facilitar a organização de todos os seus bate-papos em grupo e encontrar informações. Você poderá reunir grupos diferentes em uma comunidade — por exemplo, além de grupos individuais para turmas diferentes, você poderia ter uma comunidade geral para pais em uma escola com um canal central para anúncios e ter mais controle”, pontuou o CEO.

Chamadas de voz no WhatsApp poderão abrigar até 32 pessoas (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

Nas comunidades, administradores terão ferramentas de gerenciamento mais refinadas, como mensagens de avisos gerais e controle sobre quais grupos podem ou não ser integrados. Para complementar, chamadas de voz poderão abrigar até 32 pessoas de uma só vez e o compartilhamento de arquivos suportará documentos de até 2 GB de tamanho.

Se distanciando do Telegram

Comunidades não são exatamente como os Canais do Telegram. No app de Pavel Durov, Canais são como grupos públicos, cuja finalidade é abrigar o máximo de pessoas possível para discutir tópicos de interesse comum. O WhatsApp, porém, quer ir além nesse conceito e incluir a dinâmica aos tradicionais grupos — como um “grupão”.

Se os vazamentos anteriores estiverem corretos, o WhatsApp terá uma aba exclusiva para disponibilizar as Comunidades, para que o usuário não tenha que lidar com ainda mais conversas numa mesma sala.

Recursos complementares

As aguardadas reações com emojis do WhatsApp também estão para desembarcar no mensageiro. O recurso permite interagir com mensagens apenas com uma figurinha, sem precisar fazer um novo envio, exatamente como acontece no Telegram.

O mensageiro também iniciará testes com complementos importantes para a interação no mensageiro, como mais ferramentas para administrador e reações com emojis (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

Outra adição importante, especialmente agora em que administradores serão ainda mais importantes para o gerenciamento de grupos, está a “Exclusão pelo administrador”. Comandantes de grupos poderão remover mensagens de membros daquela conversa se considerarem problemáticas ou inapropriadas.

Começo lento

O CEO da Meta não entra em detalhes quanto a disponibilidade, mas o Brasil não deve receber o recurso tão cedo devido às eleições. Em um acordo com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luis Roberto Barroso, o CEO do WhatsApp, Will Cathcart, concordou em não implementar nenhuma mudança significativa na plataforma antes da ocasião.

Zuckerberg também menciona que implementará o recurso no Messenger para Facebook e Instagram. Contudo, ele não entra em detalhes sobre como essa adição vai funcionar.

Fonte: Mark Zuckerberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.