Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Wear OS 4 é anunciado com foco em consumir menos bateria

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 11 de Maio de 2023 às 08h14

Link copiado!

Reprodução/Google
Reprodução/Google

O Google anunciou a chegada do Wear OS 4 com foco em maior duração da bateria, apps independentes e backups na nuvem. A demonstração feita durante o Google I/O 2023 revelou como os relógios inteligentes serão beneficiados pelo sistema operacional mais moderno para smartwatches.

A atualização deve dar nova vida para os relógios já lançados e despontar como uma das principais novidades do Pixel Watch, o acessório de pulso do Google. O maior objetivo é prolongar a vida útil das baterias para que as pessoas consigam usar os relógios o dia inteiro.

Outra novidade do Wear OS 4 é a capacidade de fazer backup de dados e restaurar relógios sem precisar voltar à configuração original. Por incrível que pareça, não era possível associar uma conta do Google como ocorre no Android, o que obrigava a configurar tudo novamente ao comprar um novo smartwatch.

Continua após a publicidade

Apps que não dependem do celular

Vários aplicativos devem ser atualizados para se tornarem mais independentes. O Gmail e o Google Calendário, por exemplo, serão incorporados para abertura na telinha do relógio. Usuários podem consultar compromissos na agenda, confirmar presença em eventos ou responder a e-mails com teclado ou voz.

O Whatsapp também deve ganhar um app exclusivo para o Wear OS 3 e Wear OS 4. Além de ver as notificações de mensagens, como é hoje, as pessoas podem atender ligações ou gravar áudios. Como o Zap já possui entrada independente do celular, também será possível interagir com seus grupos ou conversas sem ter um aparelho próximo.

O Spotify é outro que expandirá a usabilidade para o pulso. Antes, o smartwatch servia apenas para controlar as músicas. Agora, widgets devem fornecer acesso rápido ao catálogo de podcasts, playlists diárias e o modo DJ baseado em IA.

Outras novidades do Wear OS 4

Por fim, o Google e a Samsung anunciaram uma parceria para criar o Watch Face Studio, um programa capaz de criar personalizáveis para relógios no formato exclusivo Watch Face Format. Os watchfaces construídos a partir de agora poderão usar os recursos do Wear OS 4, ou seja, devem também ajudar na economia de energia.

Continua após a publicidade

Uma versão prévia foi liberada hoje (10) para desenvolvedores interessados em criar soluções para relógios. A expectativa é de muitas "fases beta" até o lançamento oficial para o consumidor, previsto para o “final deste ano”, mas ainda sem uma data fixa.

Por outro lado, não foi estabelecida uma lista de configurações mínimas para executar o sistema, então fica impossível saber quais relógios vão executar o Wear OS 4. O que se sabe até o momento é que o sistema servirá de base para o One UI 5 Watch, uma versão modificada pela Samsung.

Mesmo com quase 2 anos de vida, o Wear OS 3 nunca chegou a ser totalmente lançado, já que a empresa dava pouca atenção para o software e muitos aparelhos ainda nem migraram. Agora, parece que o sucessor deve finalmente deixar para trás o sistema que marcou uma nova fase nos smartwatches.