SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Vídeos demoram para carregar no Firefox e YouTube culpa adblocker

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 21 de Novembro de 2023 às 12h29

Link copiado!

Eyestetix Studio/Unsplash
Eyestetix Studio/Unsplash
Tudo sobre YouTube

Usuários do Firefox notaram um certo atraso para abrir vídeos do YouTube pelo navegador: a plataforma demora cerca de cinco segundos a mais do que o Google Chrome para carregar e iniciar a reprodução de qualquer conteúdo. O fato foi compartilhado no Reddit pelo usuário vk6_, que gravou um vídeo para comprovar a diferença.

A gravação mostra que o YouTube no Firefox deixa a tela congelada por cinco segundos, como se houvesse algum bloqueio na plataforma e não um problema de conexão. No entanto, ao mudar o agente do usuário (processo que faz o site identificar qual navegador está sendo usado) para o Chrome, o carregamento acontece sem interrupções.

Continua após a publicidade

Após a repercussão, outros usuários também apontaram lentidão na reprodução de vídeos e encontraram uma linha no código do JavaScript que poderia adicionar o atraso de segundos no navegador. No entanto, ainda não é possível confirmar que o código causa a lentidão dependendo do aplicativo usado.

Alguns relatos informam que as pessoas não possuem nenhuma extensão ativa para o YouTube e que o atraso é aplicado a cada vídeo aberto em nova aba — vale lembrar que a plataforma proibiu o uso de bloqueadores de anúncios em todo o mundo e impede que as pessoas vejam vídeos com o plugin ativo.

YouTube coloca culpa nos adblockers

O YouTube enviou uma resposta oficial sobre o caso ao site Android Authority e colocou a culpa do atraso nos adblockers. Em nota, a empresa disse o seguinte:

Continua após a publicidade

Para apoiar um ecossistema diverso de criadores globalmente e permitir que bilhões acessem seus conteúdos favoritos no YouTube, nós lançamos um esforço para estimular que os espectadores com adblockers ativos mostrem anúncios no YouTube ou experimentem o YouTube Premium para uma experiência sem propaganda. Usuários que possuem bloqueadores instalados podem ter uma visualização abaixo do ideal, independentemente do navegador que usam.

Apesar da resposta, a plataforma de vídeos não explicou a diferença de tempo entre Chrome e Firefox. Já as técnicas do YouTube para identificar adblockers chegaram a render uma acusação de espionagem na Irlanda.

Fonte: Android Authority