Telegram usa Twitter para provocar WhatsApp, que responde e toma invertida

Telegram usa Twitter para provocar WhatsApp, que responde e toma invertida

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 17 de Maio de 2021 às 10h48
LoboStudioHamburg/Pixabay

Na última sexta-feira (14), o Telegram e o WhatsApp protagonizaram uma troca de farpas “saudável” no Twitter. Como de costume, o mensageiro azul usou suas redes sociais para provocar o concorrente, mas a plataforma do Facebook não deixou barato e revidou no mesmo nível.

Na publicação do Twitter, o Telegram reuniu os ícones que ilustraram a lixeira do Windows ao longo das várias versões do sistema, mas estampou a última delas com o logo do WhatApp e o do Facebook jogado ali dentro. Como resposta, o perfil oficial do mensageiro verde atacou diretamente em uma das fraquezas do concorrente: a falta de criptografia de ponta a ponta habilitada por padrão. "Administrador do Telegram: ...mas o que as pessoas não sabem é que não somos criptografados de ponta a ponta por padrão", provou o "Zap".

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A tréplica do Telegram, porém, não deixou por menos e destacou a ausência de criptografia nos backups de conversa do WhatsApp armazenados no Google Drive e no iCloud. “Nossos usuários sabem como as coisas funcionam por aqui, já que temos aplicativos de código aberto que provam isso. Já você... Fale com a captura de tela. Ela mostra que você está mentindo”, retrucou o Telegram.

Vale mencionar que o Telegram até tem criptografia de ponta a ponta disponível, mas somente para conversas em "chat secreto". A proteção no backup do WhatsApp, por sua vez, está a caminho há algum tempo, mas não tem previsão de chegar aos seus usuários.

O WhatsApp pode ser líder no segmento de mensageiros, mas o Telegram não para de crescer. Os dois constantemente demonstram essa competitividade através das redes sociais e, para todo mundo, acaba sendo divertido acompanhar os perfis oficiais disputando na internet. No Brasil, o Telegram está em quase metade dos celulares, embora o WhatsApp seja quase onipresente com 98% de presença nacional.

A interação no Twitter foi mais uma demonstração de que cada mensageiro oferece vantagens distintas. Entretanto, a escolha sempre recai sobre você, o usuário, responsável por avaliar quais recursos são indispensáveis para suas conversas no dia a dia.

Para você, qual é o melhor mensageiro? Deixe sua opinião nos comentários.

Fonte: Twitter

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.