Telegram agora tem emojis animados ao estilo MSN e permite gravar lives

Telegram agora tem emojis animados ao estilo MSN e permite gravar lives

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 20 de Setembro de 2021 às 11h12
Reprodução/Telegram

É inegável a posição de protagonismo do Telegram, em especial de 2020 para cá, a ponto de rivalizar com o WhatsApp graças ao seu conjunto de novidades avançadas. Agora, a companhia lançará a versão 8.0.1 com diversas outras novidades, como mais opções de personalização dos bate-papos individuais, avisos de leitura detalhados nos grupos e a capacidade de gravar suas lives sem o auxílio de apps de terceiros.

Uma das principais adições é a introdução de novos temas nos bate-papos, os quais permitem a personalização de cada conversa individual, no intuito de deixar a interface com a sua cara e agilizar a localização de chats. São oito novos temas para selecionar, cada qual com ícones de bolhas diferentes e cores específicas em gradiente, bem como planos de fundo animados e texturas exclusivas.

Emojis animados estilo MSN

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O update conta com enfoque nos emojis animados, com mais interação e efeito de exibição em tela inteira. Para ajudar na popularização, o Telegram focou naqueles que são tradicionalmente mais usados: coração, polegar para cima, fogos de artifício, balões e o cocozinho sorridente.

Se você e a outra pessoa estiverem com a conversa aberta (é preciso ter a versão atualizada do app), as animações e vibrações tocarão simultaneamente nos dois dispositivos — uma forma de chamar a atenção de forma criativa. Caso você tenha usado o falecido MSN Messenger, deve se recordar de uma função similar.

Grupos: gravação de lives e confirmação de leitura

Para os grupos, a atualização do Telegram foca no recurso de confirmação de leitura, algo útil para mensagens cuja visualização é obrigatória. Se pelo menos uma pessoa do grupo tiver aberto, ela aparecerá como lida, mas será possível ver individualmente quem mais o fez. Para isso, basta pressionar a mensagem enviada e analisar quem já visualizou.

Já para os fãs de uma boa live, o app agora permite aos administradores gravarem suas transmissões e chats por áudio ou vídeo. Esse recurso também é válido para chamadas de vídeo e exclui a necessidade de um aplicativo de terceiros para registro da tela. Assim que o admin concluir a gravação, o arquivo será liberado na seção "Mensagens salvas" do aplicativo e pode ser extraído para compartilhamento ou envio a outros serviços, como o YouTube.

Essa atualização já está em fase de disponibilização global e você pode baixá-la diretamente na loja de aplicativos oficial do seu aparelho, seja ele Android (Play Store) ou iOS (App Store).

Em constante reformulação

No final de agosto, o Telegram surpreendeu ao trazer transmissões ao vivo sem limitações e mais possibilidades de encaminhamento de conteúdo. As lives sem restrições colocaram o aplicativo de chat frente a frente com plataformas especializadas em streaming de vídeo, como a Twitch e o YouTube, além de cutucar o Google Meet, o Zoom e Microsoft Teams.

Outro recurso, este focado na privacidade, permitiu ao usuário mostrar ou ocultar a fonte original da mensagem encaminhada. Além disso, a janela de visualização passou a permitir que você possa alterar o destinatário caso tenha mandado a mensagem no chat ou grupo errado.

O Telegram também facilitou a localização de adesivos ao trazer uma seção "em alta", com os mais populares no app, além da funcionalidade "Usado recentemente", cujo foco é destacar aqueles stickers que você mais usa.

Com as polêmicas de privacidade envolvendo o WhatsApp desde o início do ano, o Telegram ganhou ainda mais espaço no mercado de mensageiros instantâneos. O app conta com recursos bastante avançados e forte apelo para a segurança e privacidade do usuário, o que tem feito dele o queridinho de muita gente.

Fonte: Telegram  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.