Spotify copia YouTube Music e testa abas dedicadas a reprodução de vídeos

Por Alberto Rocha | 21 de Junho de 2020 às 17h00
Reprodução
Tudo sobre

Spotify

Saiba tudo sobre Spotify

Ver mais

O Spotify segue na liderança entre as plataformas de streaming musicais e para manter a sua base de assinantes frente à concorrência, sempre investe em novos recursos. Uma das mais recentes, por exemplo, foi uma ferramenta para a exibição das letras de músicas. Contudo, nem sempre tudo é exatamente uma novidade.

De acordo com a especialista em engenharia reversa, Jane Manchun Wong, que analisou as linhas de código da versão mais recente do aplicativo e divulgou as informações em seu perfil no Twitter, no último sábado (20), o Spotify em breve pode incluir uma funcionalidade já conhecida em um dos seus principais rivais, o YouTube Music: uma aba dedicada a exibição de videoclipes.

Não se sabe, no entanto, se os vídeos em questão são os clipes lançados pelos artistas e geralmente hospedados no YouTube, ou se estão relacionados a algum tipo de conteúdo exclusivo entre a plataforma e o artista. Abaixo você confere a captura de tela da nova interface do “Now Playing”:

"O Spotify está finalmente trabalhando em uma guia para alternar entre Canvas, Album Art e Video (o que é novo!)".

Além da aba dedicada a opção de vídeo e a capa do álbum, na captura de tela acima também é possível perceber uma dedicada ao “Canvas”, recurso disponível desde o ano passado em que permite ao artista criar vídeos em loop de até oito segundos para serem exibidos durante a reprodução de suas músicas.

Mais recursos a caminho do Spotify

Na mesma ocasião a desenvolvedora também compartilhou imagens da nova ferramenta para ouvir músicas com amigos de longe chamada “Group Sessions” (“Sessões em Grupo”, em português). Para isso um dos ouvintes terá de ser o líder (ou host) e libera um código escaneável ou link personalizado do Spotify para que os convidados possam pausar, reproduzir, avançar ou voltar músicas em tempo real, além de adicionar ou remover faixas da fila de reprodução.


"O Spotify está trabalhando em um novo fluxo de playlists compartilhadas que inicia apenas mediante solicitação, sendo compartilhado através de links em vez de códigos".

O recurso não causa surpresa, já que está em caráter de teste desde o mês passado apenas para a base paga do app, mas deve ter sua versão final liberada em breve, possivelmente com as novas opções de abas. Curtiu as futuras novidades do Spotify? O que acha que ainda falta para deixar o aplicativo melhor? A sua opinião é importante, conte-nos abaixo!

Fonte: Twitter (@wongmjane)  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.