Office, Paint e Bloco de Notas terão novos visuais no Windows 11; confira

Office, Paint e Bloco de Notas terão novos visuais no Windows 11; confira

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 28 de Junho de 2021 às 08h25
Reprodução/Microsoft

O fato que mais chama atenção na primeira olhada para o novo Windows 11 são as mudanças na aparência. O visual mais moderno, com curvas e um design limpo mostram a evolução do sistema em termos visuais. Com os aplicativos embarcados, não foi diferente.

A suíte Microsoft Office sempre foi alvo de aprimoramentos de design e agora deve passar por mais uma. Não é nada muito impactante, mas devem ocorrer adaptações à nova linguagem chamada Fluent Design, como forma de concluir a transição de elementos do “estilo Windows 10” para a interface modernizada do Windows 11.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Algumas imagens disponibilizadas pela Microsoft revelam o caminho visual que os apps devem adotar a partir de agora. Os botões de acesso rápido (salvar, desfazer e repetir), localizados na barra de título (ou “faixa de opções”, como a Microsoft chama), são as primeiras ausências notáveis. O tema vai sincronizar automaticamente com o modo escolhido do sistema, seja ele claro ou escuro.

Outra alteração é a barra de tarefas, que ficava à mostra e fixa quando o usuário clica na guia desejada. Agora, ela terá um visual mais arredondado e será retrátil, só aparecendo ao clicar com o botão esquerdo do mouse sobre o local. Essa mudança já existia como uma opção customizável no Office 2021, mas agora deve vir como padrão.

Uma outra introdução são os ícones no canto superior esquerdo de cada janela, o que, junto com as cores características, ajudam a identificar mais facilmente qual é aquele programa.

Paint e Bloco de Notas renovados

A nova geração olha com desconfiança para aplicativos como Paint ou Bloco de Notas, sem entender porque os mais antigos reverenciam tanto esses aplicativos simples. Há uma dose elevada de saudosismo, de fato, mas a culpa é da Microsoft, que se recusa a mandá-los embora.

Aparência modernizada chegará ao Bloco de Notas e ao Paint (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Em vez disso, a companhia trouxe aprimoramentos visuais para oferecer melhor usabilidade. Os dois apps estão mais alinhados com a proposta visual do sistema operacional, sem destoar tanto, como ocorria no Windows 10. Assim como no Office, os botões superiores de acesso rápido foram movidos para próximo das opções “Arquivo” e “Exibir”. Os ícones de ambos foram modificados para apresentarem a esperada renovação.

Do ponto de vista da funcionalidade, pelas capturas de tela, tudo parece igual. Paint e Bloco de Notas devem continuar como aquelas modificações de carro em que a pessoa coloca a carcaça de Ferrari, mas o motor é de Gol quadrado.

Por enquanto, o que parece é que não há muito o que esperar em termos de novidades funcionais, seja no Office, seja nos apps clássicos. A certeza só virá quando o Windows 11 estiver oficialmente nas máquinas, o que possibilitará os testes.

Estilo Fluent

Após dezenas de rumores, foi possível conhecer o novo Fluent Design, da Microsoft. Ele substitui os cantos pontudos por formas arredondadas para conferir uma aparência mais suave às janelas, que também contam com um sistema de transparência — lembra o polêmico tema Aero, do Windows Vista.

O modelo apresenta uma iconografia totalmente renovada, novas fontes e animações remodeladas. Uma adição importante é a adaptação ao esquema de cores padrão do Windows, aplicando o modo claro ou escuro de forma automática.

Quando lançam os novos apps?

A primeira compilação do Windows 11 será disponibilizada para assinantes do Windows Insiders no início da próxima semana. Nessa primeira versão, espera-se que todos esses aplicativos já venham embarcados, porém sempre existe a possibilidade de algumas novidades ainda ficarem de fora.

Esta é a aparência do novo Windows 11 (Imagem: Divulgação/Microsoft)

O novo sistema operacional trará a maior atualização da última década, com substanciais alterações visuais, recursos e ajustes para multitarefa, além de suporte a aplicativos Android e uma Microsoft Store totalmente renovada.

A atualização será gratuita e o lançamento final deve ocorrer só a partir de setembro de 2021. Enquanto espera, é bom conferir se o seu computador atende a todos os requisitos para rodar o software da Microsoft.

O que você tem achado das novidades no novo Windows 11? Comente com a sua opinião.

Fonte: XDA-Developers (1, 2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.