Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Microsoft corrige bug de 5 anos que deixava Firefox pesado no Windows

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 11 de Abril de 2023 às 18h11

Link copiado!

Rubaitul Azad/Unsplash
Rubaitul Azad/Unsplash
Tudo sobre Mozilla

A Microsoft corrigiu um bug de cinco anos atrás que fazia o Firefox consumir muito mais recursos do que o normal no Windows. O problema estava no Microsoft Defender e fazia com que o navegador da Mozilla ficasse mais pesado, deixando o sistema mais lento do que deveria.

Detectado em 2018, o defeito no Windows Defender fazia o arquivo "MsMpEng.exe" exigir mais recursos do processador enquanto o Firefox estava aberto. Segundo comentários do fórum Bugzilla, o serviço chegava a tomar mais de 30% de desempenho do CPU enquanto lia e escrevia arquivos temporários aleatórios.

Continua após a publicidade

De acordo com a apuração da Microsoft e da Mozilla, o problema estava no acionamento indevido do mecanismo VirtualProtect durante a execução do navegador.

Originalmente, o problema foi encontrado no Windows 10, mas ele também foi levado ao Windows 11. Como consequência, o bug fazia parecer que o navegador era bem mais pesado do que realmente é, tornando a experiência bem ruim para o usuário.

Correção disponivel

A correção do bug do Microsoft Defender está incluída numa atualização de sistema liberada desde 4 de abril de 2023. Em testes com a versão corrgida do Windows, um engenheiro da Mozilla identificou que o consumo de CPU segue estável mesmo durante a execução do programa, sendo até 75% menor.

A compilação é distribuída gradativamente e instalada de forma automática, então você não deve se preocupar em instalar nada de forma manual — basta aguardar.