Google tem uma péssima notícia para quem ainda usa o Internet Explorer 11

Google tem uma péssima notícia para quem ainda usa o Internet Explorer 11

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 04 de Outubro de 2021 às 12h39
Rubens Eishima/Canaltech

A partir de hoje (4), a pesquisa do Google não oferece mais suporte oficial ao falecido Internet Explorer 11, o que pode ser mais uma pá de cal no processo de descontinuidade do navegador da Microsoft. Em seu lugar, a empresa recomenda o uso do Edge, mais moderno e compatível com todas as tecnologias atuais.

Quem usa o Windows 7 ou 8 ainda pode estar com o IE 11 como navegador padrão, por isso essa notícia pode impactar muita gente. Os desenvolvedores do buscador do Google entenderam que o custo financeiro de manter o suporte para o antigo software da Microsoft não é mais conveniente. A informação foi anunciada pelo desenvolvedor Malte Ubl, via Twitter.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Esse anúncio não significa que o navegador simplesmente vai travar ao abrir a pesquisa ou impedir a exibição dos resultados. Em vez disso, essas pessoas apenas terão uma experiência mais simplista, sem todos os recursos que o Google adiciona regularmente, o que deve ter impacto na qualidade da informação exibida.

Se por alguma razão não for possível migrar para Edge, Chrome ou Firefox, você poderá continuar usando a busca, mas ciente das limitações. Veja como tudo será mais simplificado:

O Microsoft Edge possui um "Modo Internet Explorer" que permite compatibilidade com aplicativos que só rodem no navegador antigo. Então, a principal razão para trocar de navegador seria apenas por comodismo ou impedimentos burocráticos, no caso empresarial.

IE vai acabar (finalmente)

O Internet Explorer 11 foi lançado em 2013 e integrava o pacote do Windows 8.1. Embora ele também tenha sido compatível com o Windows 7, marcou o fim de uma era de navegadores da Microsoft para dar lugar ao programa baseado no Chromium, a partir do Windows 10 em 2015. Segundo a StatCounter, o navegador tem menos de 1% de participação no mercado de apps para desktop em setembro de 2021 — em menos do que os 67% do Chrome.

Vale lembrar que o pacote do Google Workspace, como o Docs, o Gmail e o Meet, não funcionam mais corretamente no IE. Resta saber se o fim do suporte à pesquisa do Google, a mais popular do mundo, fará com que empresas e desenvolvedores tomem a decisão de deixar o Internet Explorer 11 de lado e finalmente o dê um descanso merecido.

Fonte: 9to5Google  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.