Google removeu 115 mil aplicativos da Play Store no primeiro semestre de 2021

Google removeu 115 mil aplicativos da Play Store no primeiro semestre de 2021

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 11 de Agosto de 2021 às 09h13
Ivo/Canaltech

O primeiro semestre de 2021 foi marcado pela remoção de 115 mil aplicativos da Play Store, aponta um compilado de dados feito pela SafeBettingSites. O grande número de exclusões pode ter acontecido graças a implementação de políticas contra a estratégias de divulgação enganosas de programas para portáteis.

Entre janeiro e abril, 58 mil aplicativos sumiram, mas o recorde fica para o mês de maio, com 65 mil remoções. Foi o período em que o Google anunciou um conjunto de regras mais rígidas contra títulos, ícones e prévias enganosas de apps distribuídos na Play Store.

Diferente da Apple, o Google não é tão criterioso na hora de receber aplicativos na loja de apps para Android e são frequentes as descobertas de malwares disfarçados de programas por lá. Em setembro de 2020, a plataforma somava mais de 3 milhões de títulos disponíveis para download na Play Store.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

As proteções contra malwares são eficientes contra ameaças, mas não evitam que um app inútil ou enganoso seja distribuído na loja do Android (Imagem: Reprodução/Google)

De acordo com dados do site Sensor Tower, usuários de Android gastaram cerca de US$ 23,4 bilhões na compra de aplicativos e assinatura de serviços — um crescimento de 30% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. A App Store, loja da Apple, faturou US$ 41,5 bilhões mesmo com uma quantidade menor de aplicativos disponíveis.

Arrumando a bagunça da Play Store

É comum encontrar softwares não só inúteis, como feitos sem nenhum cuidado na Play Store. A experiência da loja pode ser mais aberta para desenvolvedores, mas os usuários finais, aqueles que usufruem dos aplicativos, por vezes podem se ver perdidos sobre o que estão baixando ou ser enganados por títulos construídos com o único propósito de induzir o download.

Observar que o Google está mais presente na varredura desses aplicativos, portanto, é uma boa notícia para os utilizadores do robozinho. Afinal, com a empresa mais cuidadosa em suas avaliações, a tendência é que se eleve a qualidade das opções que existem na loja. Ainda assim, há um bom caminho a se trilhar até alcançar um nível homogêneo na loja.

Fonte: SafeBettingSites

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.