BlackBerry OS deixará de funcionar a partir de 4 de janeiro

BlackBerry OS deixará de funcionar a partir de 4 de janeiro

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 03 de Janeiro de 2022 às 15h23
Divulgação

O BlackBerry OS, sistema operacional criado pela companhia de mesmo nome, deve parar de funcionar a partir desta terça-feira (4). Os servidores que mantinham o sistema operante serão desligados nesta semana, o que marcará o fim de uma era nos celulares inteligentes. O anúncio havia ocorrido em setembro de 2020 e agora está próximo de se tornar realidade.

Todos os dispositivos que executam o BlackBerry 7.1 ou versões anteriores, como o BlackBerry 10 e o BlackBerry PlayBook OS 2.1, devem deixar de funcionar de forma confiável a partir de 4 de janeiro de 2022. Não significa que tudo vai simplesmente congelar e os aparelhos ficarão inoperantes de imediato, mas o desligamento dos servidores deve impedir a conexão com a internet e pode afetar todos os serviços da web.

O BlackBerry era focado em um público corporativo e trazia ferramentas de segurança aprimoradas (Imagem: Reprodução/Wikipédia)

Os aparelhos perderão acesso aos serviços BlackBerry Protect, BlackBerry Password Keeper, BlackBerry ID, mensagens de dispositivo de PIN a PIN, endereços de e-mail hospedados e quase tudo o mais que depende de servidores externos. O BlackBerry Messenger, um serviço rival do MSN e outros, já havia sido desligado em 2019. Se você é um saudosista que ama a empresa, precisará aceitar o fato e migrar para o Android ou iOS.

Fim da linha do BlackBerry OS

Embora já tenha sido uma das líderes do mercado, a BlackBerry mudou seu sistema após ficar para trás na corrida contra dispositivos Android e iOS. Com a queda na participação de mercado, a companhia decidiu abandonar seu projeto e produzir telefones embarcados com Android em 2015. Esses modelos — como o KeyOne, Key2 e Key2 LE — com o sistema do Google não serão afetados e continuarão a rodar normalmente, embora eles não recebam mais atualizações há algum tempo.

O BlackBerry Key2 foi o último modelo lançado, já com o Android embarcado e aposta no teclado físico como diferencial (Imagem: Divulgação/BlackBerry)

A aposentadoria do BlackBerry OS, deve ter impacto quase nulo no mercado de sistema operacionais móveis. Hoje, o Android domina mais de 70% dos aparelhos, seguido pelo iOS com mais de 29%. Os 1% restantes são subdivididos entre Samsung, KaiOS, Nokia e outros menores, todos os softwares antigos e altamente defasados quando comparados com os concorrentes.

Embora tivesse anunciado o retorno ao mercado de telefones em 2021, a BlackBerry terminou o ano em branco, ainda sem um novo modelo anunciado. O próximo lançamento da companhia seria resultado da parceria com a Foxconn e apresentaria celulares compatíveis com o 5G, lançado inicialmente na América do Norte e na Europa.

Fonte: BlackBerryStatcounter

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.