Google remove Huawei Mate 20 Pro dos testes do Android Q Beta

Por Thaís Augusto | 22 de Maio de 2019 às 19h17
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Mate 20 Pro

Ficha técnica

A semana está indo de mal a pior para a chinesa Huawei. No primeiro golpe, o governo dos Estados Unidos colocou a fabricante em uma "lista negra" comercial. Em seguida, a Google suspendeu seus negócios com a Huawei, seguida por medidas de paralisação de Intel, Qualcomm, Broadcom, Microsoft e ARM.

Agora, a Google deu mais um passo e removeu o Huawei Mate 20 Pro da lista de dispositivos compatíveis com a versão beta do sistema operacional Android Q. A partir desta quarta-feira (22), os usuários não receberão mais atualizações do Android Q em seus smartphones – nem mesmo aqueles que instalaram o beta anteriormente.

Neste caso, a melhor opção é reverter a instalação do sistema operacional da Google, saindo do programa Android Beta. Isso porque bugs e problemas de segurança não receberão mais o suporte da Google.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Huawei 20 Pro não receberá mais atualização do Android Q

rumores de que a Huawei já está trabalhando em um sistema operacional interno como substituto do Android, mas detalhes são escassos no momento.

Com o anúncio do governo dos Estados Unidos, a Huawei foi colocada na 'Lista de entidades', o que significa que qualquer empresa com sede no país fica proibida de realizar negócios com a Huawei sem a aprovação prévia do governo. O governo dos Estados Unidos deu mais 90 dias para que a empresa chinesa encerre seus negócios e forneça suporte aos usuários existentes.

Entre as empresas que anunciaram medidas de paralisação contra a Huawei, a decisão da ARM é uma das que mais afetam a chinesa. Enquanto a fabricante poderá desenvolver seu próprio sistema operacional (sem depender da Google e da Microsoft), a ARM é a empresa que dá acesso ao design chave para os chips-base dos processadores Kirin, que rodam nos smartphones da Huawei.

Fonte: MSPowerUser

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.