Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Android deve receber suporte à transferência de eSIM em 2023

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 01 de Março de 2023 às 17h49

Link copiado!

Freepik
Freepik

O Google vai liberar o recurso de transferência dos chips SIM para eSIM no Android ainda neste ano. A empresa fechou uma parceria com a Deutsche Telekom, da Alemanha, para possibilitar o fim dos chips físicos. O anúncio ocorreu durante o Mobile World Congress 2023, realizado nesta semana na Espanha, e foi publicado no site oficial da companhia.

Quem tiver um cartão SIM (inicialmente apenas da empresa de telefonia alemã) poderá transferir as informações para o celular Android. Se você precisar trocar de aparelho, é só fazer uma nova transferência do dispositivo antigo para o novo para continuar usando o seu plano de dados.

Continua após a publicidade

A vantagem é o fim do troca-troca dos pequenos chips, que são fáceis de perder e podem deixar o usuário na mão. Quem costuma viajar para o exterior, por exemplo, precisa ter um lugar seguro para guardar o SIM, caso contrário pode ficar incomunicável fora do país.

Como a transferência depende da operadora, o Google precisa acertar os detalhes técnicos com essas empresas. Somente as que tiverem interesse no serviço deverão disponibilizá-lo para os clientes. Logo, nem adianta pegar seu chip antigo para tentar fazer a transferência, porque existirá incompatibilidade entre tecnologias.

Transferência de eSIM vira realidade no Android

Há cerca de um mês, o especialista Mishaal Rahman encontrou uma opção escondida chamada "Converter para eSIM" na versão de testes do Android 14. Mas até então não havia nada de concreto que comprovasse a teoria.

Ainda não foi marcada uma data oficial de lançamento, mas a hipótese provável é junto do Android 14. O Google deve buscar novas parcerias com empresas de telefonia de outros países para expandir a oferta do eSIM.

Aqui no Brasil, o processo pode ser ainda mais complicado, já que as companhias lucram com a venda de chips pré-pagos, controle e pós-pagos. Acabar com essa comercialização poderia ter algum impacto nos negócios, então será preciso aguardar para ver como vai ser.

Embora seja um recurso pensado para o Android 14, é provável que também seja compatível com versões mais antigas do sistema. A meta é conseguir abolir de vez um requisito físico que limita a mobilidade e ainda causa transtornos para o usuário.

Atualmente, já é possível utilizar eSIMs em aparelhos Android e no iOS, mas apenas o software da Apple permite a transferência de chips físicos. Com a novidade, o sistema do Google se igualaria na briga, o que poderia decretar o fim dos pequenos cartões no médio prazo.

Continua após a publicidade

eSIM para viagens internacionais

Como citamos, há vantanges de se usar eSIM em vez dos chips físicos, em especial para quem vai viajar. O Canaltech possui uma parceria com a Airalo, uma empresa que oferece pacotes de ligação e internet para quem pretende turistar no exterior. 

A Airalo cobre países como os Estados Unidos, Canadá e vários lugares da Europa. A boa notícia é que há 10% de desconto para quem usar nosso cupom exclusivo, e você pode resgatá-lo no link abaixo:

🛒 10% de desconto no seu eSIM comprando na Airalo