Review Megaboom 3 | O modelo "Ultra" das caixas de som Bluetooth

Review Megaboom 3 | O modelo "Ultra" das caixas de som Bluetooth

Por Diego Sousa | Editado por Léo Müller | 13 de Agosto de 2021 às 12h15
Ivo/Canaltech

A Megaboom 3 é a caixa de som Bluetooth mais potente da Ultimate Ears à venda no mercado brasileiro. Como o nome já indica, ela é uma versão “mega” da Boom 3, já analisada aqui no Canaltech, e promete graves 50% mais encorpados, mais potência para animar suas festas e uma bateria de maior duração.

Mas, afinal, vale a pena pagar um pouco mais pela Megaboom 3 ou a Boom 3 já é boa o suficiente para preencher uma festinha entre amigos ou reuniões em ambientes abertos? Testei a poderosa caixinha de som da Ultimate Ears por alguns dias e compartilho, nos próximos parágrafos, todas as minhas impressões sobre ela.

Vale lembrar que, se você gostar da Megaboom 3, deixaremos links de compra confiáveis para você comprá-la sem dores de cabeça e com preços interessantes. Vamos nessa?

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Prós

  • Construção robusta;
  • Visual simples e agradável;
  • Graves muito encorpados;
  • Alto-falantes muito potentes;
  • Autonomia de bateria acima da média.

Contras

  • Não tem microfone;
  • Não tem entrada de 3,5 mm;
  • Porta microUSB já é antiga;
  • Poucos diferenciais em relação aos concorrentes.

Confira o preço atual da Ultimate Ears Megaboom 3

Construção e design

Por fora, a Megaboom 3 é idêntica à Boom 3: ela tem formato cilíndrico, extremidades emborrachadas e grade de metal abaixo do revestimento de nylon que preenche quase todo o corpo do produto. Por ter uma bateria maior e alto-falantes mais potentes, a caixa de som é bem mais pesada do que aparenta, sendo ligeiramente incômodo segurá-la na mão por muito tempo.

A caixa de som da Ultimate Ears ganha muitos pontos por design e construção (Imagem: Ivo/Canaltech)

Por ser a caixa de som mais robusta da Ultimate Ears, pode esperar pela mesma resistência da Boom 3, incluindo quedas de até 1,5 m de altura e certificação IP67 para proteção contra água e poeira. A empresa destaca, ainda, que a Megaboom 3 passou pelos mesmos testes de durabilidade do modelo padrão, como pressionamentos de botões e tombamentos.

Com relação ao visual, a cor Night Black — a opção que testamos — mistura tons de preto que me agradou bastante pela simplicidade e elegância. A caixa de som também pode ser encontrada nas cores Lagoon Blue, Ultraviolet Purple (a mais diferentona, na minha opinião) e Sunset Red. Infelizmente, não há nenhum LED colorido para deixá-la mais chamativa, algo que seus concorrentes já possuem.

A disposição dos botões e entradas não mudou em relação à Boom 3: na parte de cima, há o botão de energia, outro dedicado para pareamento e o chamado Magic Button, que permite reproduzir, pausar e pular músicas, além de dar play em uma lista de reprodução pré-definida no Spotify, Amazon Music, Apple Music ou Deezer.

Os tradicionais botões de volume da Ultimate Ears também permanecem na parte da frente do dispositivo — de forma bem exagerada, diga-se. Assim como na Boom 3, ao serem pressionados simultaneamente a caixa informa a porcentagem de bateria restante, já que não há nenhum painel ou indicador de LED disponível.

Escondido em um compartimento na parte traseira da Megaboom 3 há um único conector microUSB, servindo somente para recarregar o produto. Se tratando da caixa de som mais potente da Ultimate Ears, senti falta de uma porta mais atual, como a USB-C.

A Ultimate Ears não arriscou e manteve o projeto elegante e robusto da Boom 3, apostando em formato cilíndrico, revestimento de nylon, grade de metal e extremidades emborrachadas. A resistência contra quedas, água e poeira também foi mantida, algo muito positivo.

Conectividade

Quando o assunto é conectividade, a Megaboom 3 suporta Bluetooth 5.0, e o aplicativo dedicado da Ultimate Ears para as suas caixas de som mais caras, a BOOM & Megaboom by Ultimate Ears, disponível para celulares Android e iPhones (iOS).

Durante os testes, mantive a caixa de som conectada a um Galaxy S20 o tempo todo e não tive problemas de conexão, mesmo ao andar pela casa sem os dois produtos próximos. Segundo a Ultimate Ears, a Megaboom 3 tem um alcance de até 45 metros, mais do que o suficiente para ouvir músicas sem preocupações.

O aplicativo dedicado para as caixas de som da linha BOOM é um diferencial muito bem-vindo. Se a Megaboom 3 já estiver conectada a um celular, o programa reconhece o modelo do produto logo de cara e já permite ligar e desligar a caixa, aumentar e diminuir o volume e equalizar o som.

Também é possível cadastrar mais de uma caixa de som ao aplicativo para utilizar a PartyUp, função que sincroniza dois ou mais produtos compatíveis para tocar a mesma música simultaneamente. Eu testei o recurso, sincronizando a Megaboom 3 a uma Boom 3, mas o resultado não foi muito bom, apresentando algumas falhas na conexão.

Aplicativo funciona tanto para a Megaboom quanto para a Boom 3 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Qualidade sonora

Digamos que a Megaboom 3 seja uma Boom 3 "ao quadrado". Segundo a Ultimate Ears, a caixa de som mais cara traz graves 50% mais profundos, sem contar com alto-falantes maiores para maior intensidade de som. E, de fato, o produto entrega o que promete.

Durante os testes, coloquei a Megaboom 3 e a Boom 3 lado a lado e me surpreendi com a potência sonora da caixa. Infelizmente, não pude testar propriamente o quão alto o produto realmente é porque moro em um condomínio residencial, mas pode ficar tranquilo que ele é ideal para reuniões entre amigos em ambientes mais abertos.

Megaboom 3 é uma Boom 3 "ao quadrado", pois traz graves 50% mais potentes (Imagem: Ivo/Canaltech)

Agora, falando da qualidade sonora, temos graves bem mais presentes, de fato, em relação à Boom 3, algo que me agrada muito, mas sem deixar de lado os médios e agudos. Músicas como telepatia, da Kali Uchis, entrega batidas fortes, vocais bem definidos e médios e agudos bem equilibrados.

Ouvindo Unconfortable, da banda Halestorm — canção com muitas informações sonoras ao mesmo tempo — pude distinguir com clareza todos os instrumentos, principalmente o bumbo da bateria e o baixo ao fundo.

A Megaboom 3 é uma Boom 3 "ao quadrado", pois conta com graves bem mais encorpados e mais potência sonora. Músicas eletrônicas e pop soam muito bem nos ouvidos por aqui.

Duração de bateria e carregamento

Segundo a Ultimate Ears, a Megaboom 3 tem bateria para 20 horas de reprodução, cinco horas a mais que a Boom 3. Nos meus testes, ouvindo músicas por cerca de cinco horas com volume entre 30% e 50%, a caixa de som gastou apenas 20%, uma autonomia excelente.

Na prática, o produto deve durar até um pouco mais do que o prometido pela empresa. Importante mencionar que os testes foram feitos com o volume abaixo dos 50%, portanto é provável que a autonomia diminua caso a Megaboom 3 funcione com toda a sua potência.

Com relação ao carregamento, um ponto bastante positivo é que a Ultimate Ears já envia na caixa um adaptador de energia, além do cabo microUSB. O acessório extra já vem no padrão brasileiro, o que é muito bom, e tem 18 W de potência, ou seja, carrega mais rápido que os modelos mais básicos da empresa.

(Imagem: Ivo/Canaltech)

Assim como a Boom 3, a Megaboom 3 é compatível com carregamento sem fio através da base carregadora Power Up. O acessório é vendido separadamente e, infelizmente, não tivemos acesso a ele, portanto não posso afirmar se o carregamento é mais rápido por aqui.

Concorrentes diretos

A JBL Charge 4 e a LG XBoom Go PL7 são os principais concorrentes da Megaboom 3. A caixa de som Bluetooth da JBL não traz um som mais potente quando comparada com a aposta da UE, mas se destaca pelos inúmeros recursos extras, como a possibilidade de usar sua própria bateria para recarregar smartphones, construção resistente à água, porta USB-C e entrada de 3,5 mm.

Já a caixa de som da LG é desenvolvida em parceria com a gigante de áudio Meridian, então pode esperar um som de alta qualidade, mesmo não sendo 360º. Além disso, a PL7 tem bateria para um dia de músicas e LEDs coloridos — o que dá uma sensação extra de festividade ao produto.

A Megaboom 3 é uma caixa de som Bluetooth bastante potente, mas sofre pela falta de recursos extras presentes nos seus concorrentes, como LEDs coloridos, função de power bank, microfone e porta de 3,5 mm.

Conclusão

Se o seu foco for potência sonora, a Megaboom 3 é talvez a melhor caixa de som Bluetooth abaixo de R$ 1.000 à venda no Brasil. A aposta mais cara da Ultimate Ears tem um som bastante alto, ótima definição e graves muito potentes. Também destaco positivamente a bateria de longa duração, podendo chegar às 20 horas de reprodução de músicas sem problemas.

No entanto, por ser a caixa de som mais potente da UE, senti falta de mais diferenciais em relação à Boom 3, como a presença de um microfone para chamadas ou uma entrada de 3,5 mm. Caso você esteja procurando um modelo igualmente potente, com bateria grande e construção robusta, a Boom 3 já consegue entregar essas características a preços mais em conta.

As caixas de som da JBL e da LG, por sua vez, trazem conjuntos mais interessantes e também podem ser encontrados por valores mais acessíveis em relação à Megaboom 3. A Charge 4, por exemplo, também serve como power bank, enquanto a XBOOM PL7 conta com LEDs coloridos.

E aí, procura uma caixa de som Bluetooth potente e robusta? Confira no link abaixo o preço atual da Ultimate Ears Megaboom 2 e aproveite!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.