Review Ultimate Ears Boom 3 | uma caixa de som Bluetooth quase perfeita

Review Ultimate Ears Boom 3 | uma caixa de som Bluetooth quase perfeita

Por Diego Sousa | Editado por Léo Müller | 12 de Agosto de 2021 às 10h40
Ivo/Canaltech

A Boom 3 é uma das caixas de som Bluetooth mais premium da Ultimate Ears, abaixo apenas da Megaboom 3. O produto compartilha de muitas características do modelo “mega”, como construção mais resistente, promessa de graves encorpados, aplicativo dedicado, bateria de longa duração e som espacial 360º, porém num tamanho mais compacto.

Nos últimos dias, tive a oportunidade de testar a Boom 3 e compartilho, nos próximos parágrafos, todas as minhas impressões sobre ela. Será que vale a pena apostar em uma caixinha de som Bluetooth compacta para animar a sua festa — quando a pandemia passar, claro?

Obviamente, se você curtir a Boom 3, deixaremos links de compra confiáveis para você adquiri-la com preços bem legais. Vamos nessa?

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Prós

  • Construção resistente a água e poeira;
  • Som potente e encorpado;
  • Aplicativo simples, mas funcional;
  • Bateria de longa duração.

Contras

  • Não traz conector USB-C;
  • Não tem microfone.

Confira o preço atual da Ultimate Ears Boom 3

Construção e design

Com formato cilíndrico, a Boom 3 é uma caixa de som Bluetooth com uma pegada bastante próxima a de uma garrafa d’água — o que é excelente. Apesar de apostar em materiais mais robustos, como a grade de metal abaixo do revestimento de nylon, a caixinha não é tão pesada, sendo possível manuseá-la com apenas uma mão.

A Boom 3 tem formato de garrafa d'água, ajudando na pegada (Imagem: Ivo/Canaltech)

As partes superior e inferior da Boom 3 são emborrachadas, mas não se engane: a Ultimate Ears afirma que a caixa de som Bluetooth passou por mais de 25 testes de durabilidade “extremamente rigorosos”, incluindo milhares de pressionamentos de botões, centenas de golpes e múltiplos testes de queda. Além disso, ela é resistente a água e poeira, cortesia da certificação IP67.

Com relação aos botões, a Boom 3 segue o padrão de outros produtos da Ultimate Ears. Na parte de cima, há o botão de energia, outro dedicado para pareamento e o chamado Magic Button, que permite reproduzir, pausar e pular músicas diretamente da caixa de som. Com ele, também é possível dar play em uma lista de reprodução específica no Spotify, Amazon Music, Apple Music ou Deezer.

A Boom 3 traz o chamado Magic Button para pausar, reproduzir e tocar listas de músicas (Imagem: Ivo/Canaltech)

Já na região frontal da caixinha, de forma um tanto quanto exagerada, há os tradicionais controladores de volume da Ultimate Ears. Os botões, ao serem pressionados simultaneamente, também revelam a porcentagem da bateria, já que não há nenhum painel ou indicador no produto.

Finalizando a parte de construção, a Boom 3 tem apenas um conector microUSB para carregamento. Por se tratar de um produto mais premium — e, consequentemente, mais caro —, seria mais conveniente se ela contasse com uma porta USB-C, uma solução mais atual e que possibilitaria uma recarga mais rápida.

A Boom 3 tem um visual muito elegante, ainda mais evidenciado no modelo vermelho que testamos. Além disso, a caixa não deixa de lado a robustez, já que conta com certificação IP67 e resistêcia a quedas.

Conectividade

A Boom 3 é compatível apenas com Bluetooth na versão 5.0. Nos testes, conectei a caixinha de som a um Mi 11, e o pareamento ocorreu em poucos segundos, bastando pressionar o botão dedicado do produto para o smartphone encontrá-lo na lista de dispositivos.

A conexão se manteve estável durante todo o período de testes, inclusive em momentos quando deixei a Boom 3 cerca de 15 metros longe do celular.

Um diferencial da Boom 3 é o suporte ao aplicativo Boom & Megaboom by Ultimate Ears, dedicado para as caixas de som da linha. Ele está disponível tanto para celulares Android quanto para iPhones (iOS).

O aplicativo é minimalista e bastante fácil de usar: logo de cara, ele reconhece o modelo da caixa de som se já estiver conectada ao smartphone. É possível deixar mais de um produto cadastrado no aplicativo, como uma Boom 3 e uma Megaboom 3, e sincronizá-las para tocar a mesma música através do recurso PartyUp.

É possível conectar mais de uma caixa de som ao mesmo aplicativo (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Eu tentei usar a função, sincronizando tanto a Boom 3 quanto a Megaboom 3, mas o modelo mais básico apresentou alguns problemas de conexão — pode ser que o resultado melhore caso sejam dois produtos iguais.

O aplicativo também permite ligar e desligar a caixa de som, controlar o volume, equalizar o som e até definir um alarme. A porcentagem de bateria da caixa de som pode ser visualizada pelo app, mas eu não confiaria muito nela — numa hora mostrava que a carga estava em 80%, noutra subiu para 90% sem eu ter conectado o aparelho à tomada.

Qualidade sonora

Agora vamos ao que interessa: o som. A Boom 3 conta com dois alto-falantes de 3,8 cm e dois radiadores passivos que prometem potencializar o som. Como eu moro em um condomínio residencial, não pude testar propriamente o quão alto a caixinha de som da Ultimate Ears realmente é, mas me surpreendi positivamente mesmo com a potência em 50%.

Ou seja, quando a pandemia acabar, pode ficar tranquilo que a Boom 3 tem volume para agitar uma festa ou um luau na praia sem problemas. Em casa ou no escritório, a caixa de som pode ser um pouco exagerada, e na maioria dos testes a usei com volume em 40%.

A Boom 3 é tão potente quanto à Megaboom 3, só que num tamanho menor (Imagem: Ivo/Canaltech)

Com relação à qualidade sonora, só elogios: a separação das frequências é excelente, mas percebi um foco nos graves, assim como algumas caixas de som da JBL, principal concorrente da Ultimate Ears. Em músicas eletrônicas, como Settle, do músico XXYYXX, as batidas se sobressaem em relação aos médios e agudos, o que me agrada bastante.

Canções de rock e pop também são reproduzidas com muita qualidade, principalmente na definição dos vocais e na separação dos instrumentos. Em músicas menos agitadas, como Happier Than Ever, da Billie Eilish, no entanto, percebi que a voz dela ficou mais abafada.

A Boom 3 se destaca principalmente pelo volume muito alto, ideal para festas em ambientes abertos. Se quiser, é possível sincronizar dois ou mais produtos para tocar a mesma música simultaneamente.

Duração de bateria e carregamento

A Ultimate Ears afirma que a Boom 3 tem autonomia de bateria para 15 horas de reprodução de músicas com apenas uma carga. Durante os testes, consegui esgotar a bateria da caixa de som em três dias, com cinco horas diárias. É uma duração excelente para um produto tão compacto.

Vale mencionar que os testes foram feitos com o volume configurado entre 40% e 50%, portanto os resultados devem ser inferiores caso seja usado no volume máximo.

No carregamento, a Boom 3 demorou pouco menos de três horas para sair de 0% a 100%, bastante tempo considerando o seu preço mais elevado. Se ela trouxesse uma porta USB-C, a velocidade seria bem mais condizente com sua proposta mais premium.

A Boom 3 ainda traz conector microUSB em vez de USB-C (Imagem: Ivo/Canaltech)

Também é possível recarregar a Boom 3 sem o uso de fio atrás da base carregadora Power Up. O acessório é vendido separadamente e, infelizmente, não tivemos acesso a ele, portanto não posso afirmar se o carregamento é mais rápido por aqui.

Concorrentes diretos

Entre os concorrentes diretos da Ultimate Ears Boom 3, pode-se mencionar os modelos JBL Link 10 e LG XBoom Go PL7. O modelo da JBL não se destaca na bateria nem na potência sonora, mas conta com suporte a comandos de voz através do Google Assistente e Wi-Fi para controlar outros dispositivos.

Já a caixa de som da LG pode se sair melhor na qualidade sonora em relação à Boom 3 por conta da parceria com a Meridian Audio, referência no assunto. Além disso, o produto traz resistência a respingos d’água, bateria para um dia de música e comandos por voz.

Conclusão

A Boom 3 é uma caixa de som Bluetooth que não decepciona no som, mas tem alguns recursos a menos que seus principais concorrentes. A construção é robusta, podendo ser transportada a qualquer lugar sem problemas; o som é muito alto considerando o seu tamanho, ideal para festinhas e reuniões em ambientes abertos; e os graves são muito presentes, característica que me agrada bastante.

Para ficar perfeito, só se a Boom 3 contasse com uma porta USB-C, já que estamos falando de um produto acima dos R$ 500. Além disso, a caixinha poderia suportar comandos por voz, assim como seus concorrentes.

Considerando a faixa de preço, a Boom 3 vale a pena se a sua maior preocupação for com som potente e de qualidade em um produto compacto. Suas inúmeras qualidades certamente ofuscam seus poucos defeitos.

E aí, gostou da Ultimate Ears Boom 3? Confira o preço atual da caixinha Bluetooth no link abaixo e aproveite!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.