Novo Windows Media Player é oficialmente anunciado para o Windows 11

Novo Windows Media Player é oficialmente anunciado para o Windows 11

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Novembro de 2021 às 18h19
Igor Almenara/Canaltech

Esta terça-feira (16) marca o “retorno” do Windows Media Player no Windows 11. A Microsoft apresentou o reprodutor de mídia totalmente repaginado, construído sob medida para encaixar na nova interface do novo sistema operacional e reunindo, de novo, as opções de reprodução separadas no SO anterior.

O novo Media Player foi projetado para “tornar mais agradável” a experiência de ouvir e assistir a conteúdo multimídia no Windows 11. O programa esbanja o visual renovado, repleto de características do Mica e do design Fluent, e com claras heranças do antigo (mas não tão amado) Groove Música.

Novo Media Player abraça o visual do Windows 11, herda características do Groove Música e mais (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Assim como previsto em uma captura vazada anteriormente, o Media Player do Windows 11 tem visual sóbrio, com grande foco em conteúdo. A partir dele, usuários podem ouvir músicas baixadas no computador, criar playlists e fazer pesquisas nos arquivos locais.

Vídeos também serão suportados pela plataforma, bem como faz o app Filmes e TV do Win 10 e 11. Sendo assim, a partir do novo Media Player o usuário consegue navegar, assistir e gerenciar os arquivos locais salvos nos formatos compatíveis.

Imagens em alta resolução para ilustrar a reprodução de artistas conhecidos também é uma das capacidades herdadas do Groove Música (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Tanto arquivos quanto músicas são puxados automaticamente da memória para a biblioteca do Media Player, então não é necessário nenhum trabalho extra para exibi-los se eles estiverem salvos nos diretórios convencionais. Se algum material não estiver disponível logo de cara, é só adicionar uma nova origem de arquivos no menu de Configurações.

O miniplayer do Groove também marca um retorno no novo Media Player. Usuários podem continuar a reprodução de uma música ou vídeo com essa janelinha flutuante. O recurso funciona como o Picture-in-Picture: o usuário sempre vê o que é reproduzido pelo programa numa janela com dimensões ajustáveis e equipada com botões básicos de reprodução — avançar, pausar, retroceder e fechar.

Mini player está sempre em primeiro plano (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Novo app não substituirá o Media Player original

Desta vez, a Microsoft pensou até naqueles que não querem novidades: se o usuário não gostou do novo Media Player ou, por preferência, gostaria de ficar com a versão antiga, ele pode fazê-lo sem problemas. A versão tradicional do app continuará disponível a partir dos Recursos opcionais do Windows, seção do menu de Configurações do sistema.

Antes de chegar ao público geral, o novo Media Player passará por um período de testes por membros do programa Windows Insider no Canal Dev. Não existe previsão para o lançamento da ferramenta em larga escala.

Fonte: Microsoft

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.