Edição 2020 do Microsoft Build será 100% online, gratuita e acessível a todos

Por Rui Maciel | 04 de Maio de 2020 às 14h45
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

A pandemia da COVID-19 foi impiedosa com os principais eventos de Tecnologia do planeta. Além da Mobile World Congress (em Barcelona), ela também cancelou - ou tornou online - outros igualmente aguardados, como o I/O (do Google), o F8 (Facebook) e feira a E3 (focado para o público de games). E o Build, encontro anual de desenvolvedores da Microsoft também precisou se reiventar por conta da crise.

Agora, a edição 2020 do Build será 100% digital e aberto não somente a desenvolvedores, mas, também, ao público em geral. E isso valerá não apenas para esse ano, como também para os outros eventos da criadora do Windows até 2021. Com isso o Inspire e o Ignite também adotarão esse formato.

Inscrições abertas

Na última sexta-feira (1º), a Microsoft anunciou que as inscrições para o primeiro Build 100% digital já estão abertas. O evento está programado para acontecer entre os dias 19 e 21 de maio e será totalmente gratuito, sendo ainda mais focado em desenvolvedores (ainda que, como dissemos, o público em geral poderá acompanhar), com os produtos da Microsoft voltados ao usuário final sendo deixados de lado.

Além disso, a edição deste ano não contará com os já tradicionais extensos keynotes de abertura do CEO da Microsoft, Satya Nadella. Ainda assim, ele fará uma apresentação ao público, bem como o diretor de Tecnologia, Kevin Scott, o head das áreas de Cloud e IA, Scott Guthrie e o responsável por Dispositvos e Experiência do Usuário, Rajesh Jha.

Windows 10X: o Build 2020 trará novidades sobre o a versão do sistema operacional para duas telas?

Nesta versão digital, aliás, as apresentações ao vivo serão mais breves que o habitual. Além disso, muitas delas podem cegar ao público já pré ou totalmente gravadas, dependendo do caso. Muitas delas serão registradas pelos executivos da companhia a partir de suas casas. Entre os principais temas do evento, a divisão de serviços na nuvem Azure, soluções de Inteligência Artificial, edge computing e a família de produtos Microsoft 365 estão entre os destaques. Especula-se até mesmo a apresentação de novidades sobre o WinUI 3.0, tecnologia que unificará o Win32 com a Plataforma Universal do Windows (UWP, na sigla em inglês) - esta uma plataforma onde será possível criar e distribuir os chamados aplicativos universais, que poderão rodar em qualquer versão do Windows 10, esteja ele em PCs, smartphones, Xbox ou até o HoloLens.

Em todas as áreas citadas acima, o foco será muito sobre APIs e as maneiras como os desenvolvedores podem criar para essas plataformas. E isso pode incluir até mesmo conteúdo para os interessados em criar soluções para o Windows 10X, versão do sistema operacional voltada para os dispositivos de duas telas, como será o caso dos Surfaces Neo e Duo.

Aliás, se você quiser se inscrever e acompanhar o Microsoft Build 2020, basta clicar aqui para iniciar o processo.

Fonte: ZDnet / Genbeta

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.