É arriscado instalar o Windows 11 em um PC não compatível?

É arriscado instalar o Windows 11 em um PC não compatível?

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 06 de Outubro de 2021 às 11h27
Divulgação/Microsoft

O Windows 11 já é uma realidade e tem chamado muita atenção, não somente pelas novidades, mas também pelos bugs encontrados. Apesar disso, as pessoas continuam a migrar para o novo sistema, inclusive quem não tem computador com requisitos compatíveis com o Windows 11 — vale lembrar que os desenvolvedores exigem configurações com suporte ao Trusted Platform Module (TPM) 2.0 e ao Secure Boot para rodar perfeitamente.

A Microsoft flexibilizou isso para não perder grande parte do seu público, mas quer se isentar de qualquer responsabilidade do que possa ocorrer se você prosseguir com a atualização. Por isso, quem pretende instalar o Windows 11 em um PC sem os requisitos mínimos deve consentir em um aviso que tira o peso das costas dos desenvolvedores caso haja algum problema com a sua máquina.

Quer instalar o Windows 11 sem os requisitos? Responsabilize-se por isso, diz a Microsoft (Imagem: Reprodução/Microsoft)

A advertência menciona potenciais falhas em hardwares e incompatibilidades que podem causar conflitos no computador, além de informarem que tais máquinas incompatíveis não terão direito a nenhuma atualização para o sistema. Nesse rol estão inclusos os updates tradicionais, com melhorias e novos recursos, mas também os fundamentais aprimoramentos de segurança que corrigem vulnerabilidades e fecham brechas exploradas por criminosos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Garantia não cobre falhas do Windows 11

Segundo a Microsoft, os "potenciais danos" causados aos computadores não serão cobertos por garantia do fabricante. E isso, de fato, faz todo sentido, já que os notebooks e desktops costumam sair de fábrica já com o Windows 10 instalados, o que só começa a mudar a partir de agora.

Caso você tenha migrado para o novo Windows e notado problemas de incompatibilidade, lentidão ou conflitos de drivers, o recomendado é retornar para a versão 10 até que uma versão mais estável chegue ao mercado. Esta opção está disponível apenas por 10 dias após a sua atualização: após o período, os arquivos necessários para executar esta função serão removidos para liberar espaço em disco.

É sempre bom lembrar que a falta de atualizações de segurança podem colocar em risco todo o armazenamento do seu PC, inclusive dados pessoais, por isso pense duas vezes antes de trocar.

Fonte: Microsoft  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.