Publicidade

Andromeda OS | Versão cancelada do Windows para celular aparece em vídeo

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 24 de Janeiro de 2022 às 17h59

Link copiado!

Reprodução/Windows Central
Reprodução/Windows Central

Antes de lançar o Surface Duo rodando uma adaptação do Android, a Microsoft aparentemente trabalhava num tal Andromeda OS. O sistema operacional, que nunca foi (e nem deve ser) lançado, teve protótipos encontrados pelo site Windows Central e mostra que a empresa planejava retornar para a disputa de sistemas operacionais mobile no aparelho de duas telas lançado em 2020.

O protótipo roda num Lumia 950, topo de linha de 2015 que, segundo o site, foi amplamente utilizado para desenvolver o Andromeda OS, mesmo com um único display. É evidente que a Microsoft projetava o sistema com o Surface Duo como foco, já que toda a experiência apela o uso de duas telas.

Continua após a publicidade

De cara, dá para notar similaridades com o Android adaptado do Surface Duo: a tela de bloqueio é construída de forma semelhante, com relógio e datas postos à direita. Além disso, o usuário pode usar uma caneta Stylus para rabiscar ou anotar coisas sem precisar de qualquer aplicativo, ou sequer desbloquear o aparelho.

Em vez de apresentar uma tela inicial recheada de atalhos para aplicativos, o Andromeda OS mostra um “quadro branco” bastante rudimentar. A ideia aparentemente é permitir anotações direto da tela inicial, sem precisar de passos extras e, provavelmente, esse recurso nunca foi finalizado.

Heranças do Windows 10

O Canaltech está no WhasApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

No canto inferior esquerdo está o clássico botão Windows, que puxa um “Menu Iniciar” praticamente idêntico ao do Win 10, com Blocos Dinâmicos, lista de aplicativos e mais. No lado oposto está um atalho para interação com a Cortana.

E não é só o Menu Iniciar que foi herdado do Windows 10: as telas de transição e a interface de aplicativos remetem ao sistema operacional para desktop, também. Até mesmo o menu rápido de configurações e a Ferramenta de Captura são parecidos com a contraparte para computador.

Contudo, é evidente que o sistema operacional ainda estava em construção, tanto pela falta de adaptações de interfaces do Windows para o uso em portáteis quanto pela absurda lentidão. Durante a demonstração, o locutor precisa lidar com transições, animações e interações bem vagarosas, tal qual a falta de responsividade com a caneta.

Continua após a publicidade

Ainda assim, é interessantíssimo observar que a Microsoft pensava em retornar para o segmento de sistemas operacionais mobile com o lançamento do Surface Duo. Talvez, ter investido num sistema da casa teria sido melhor que apostar numa adaptação do Android — que se mostrou problemática posteriormente.

Fonte: Microsoft Central