CEO da Valve diz que Windows 8 será uma catástrofe para desenvolvedores

Por Redação | 10.09.2012 às 16:31

Parece que nem todos no mercado de games estão felizes com a chegada do Windows 8, e estão considerando a inserção do sistema operacional um tiro no pé para as desenvolvedoras de jogos para PCs.

Esse é o caso de Gabe Newell, CEO da Valve, que já trabalhou durante 13 anos para a Microsoft. Com sua experiência de mercado e tendo trabalhado como diretor na empresa de Bill Gates, ver vantagem nessa nova transição é algo que não acontece na sua cabeça. Para ele, o Windows 8 "será uma catástrofe".

Durante entrevista para o site

All Things D

, ele expôs sua perspectiva sobre a mudança e disse que o novo SO não só afetará os jogadores, mas também as fabricantes de computadores. "Acho que vamos perder algumas das melhores fabricantes de primeira linha de PCs. Acho que isso acontecerá de um modo gradativo. Seria bom que todas as empresas que trabalham nesse nicho começassem a se precaver", disse Newell.

Já para as plataformas de games, a Microsoft irá fazer uma triagem de todas as atualizações, que custará dezenas de milhares de dólares para mudar as certificações. Para o PC, não serão necessárias atualizações, porém, o presidente da Valve não acha que migrar a metodologia de utilização do Xbox para outro hardware seja funcional, e é isso que a empresa de Bill Gates pode fazer: uma junção sistemática de todas as suas plataformas, condensar tudo numa coisa só.

Não dá pra saber se Newell tem alguma "rusga" com a Microsoft e por isso sua linha de raciocínio esteja rumando para uma conotação negativa sobre o Windows 8. Só que sua opinião fica cada vez mais ácida, a cada nova declaração. Ao falar para o New York Times, ele visivelmente está querendo cutucar onça com vara curta: "Queria dizer que compreendo todas as frustrações sobre os desafios para seu novo negócio, mas tentando copiar a Apple o declínio da Microsoft só tende a acelerar".

Para dar ênfase à teoria de Newell, o vice-presidente de design de jogos da Blizzard, Rob Pardo, também disse que o 'Windows 8 não é tão impressionante assim, e pode mais atrapalhar do que ajudar'.