Aprenda a manter seu computador seguro mesmo após o fim do suporte ao Windows XP

Por Cadu Silva
photo_camera Microsoft

O suporte para o Windows XP está bem perto do fim e, após 12 anos em serviço, o sistema operacional da Microsoft finalmente será aposentado. Com isso, não serão mais lançadas patches de segurança a partir do dia 08 de abril.

A falta de atualizações transformará o XP num alvo fácil para criminosos virtuais, que poderão se aproveitar das novas e antigas falhas de segurança para atingir o que hoje representa cerca de um terço da base de usuários do Windows.

Quando o suporte chegar ao fim no dia 8, todas as máquinas com XP continuarão funcionando normalmente, mas não terão problemas de segurança corrigidos. Será um sistema operacional oficialmente obsoleto e abandonado por sua desenvolvedora.

A verdade é que quem ainda usa o Windows XP deve atualizá-lo para uma versão mais recente do sistema ou migrar de sistema operacional, caso deseje. Mas se essas não são opções para você, há algumas coisas que podem ser feitas para que sua máquina permaneça segura e longe de problemas.

Contudo, não se engane: essas soluções ajudam a tapar alguns buracos, mas não impedirão que o barco naufrague.

Entenda os riscos

Uma vez que novas atualizações não aparecerão no Windows Update, os criminosos virtuais vão agir livremente e se aproveitarão de todas as falhas do sistema. Com o tempo, o Windows XP vai se transformar numa peneira, tamanho será o número de buracos e falhas de segurança.

Grandes empresas podem pagar altos valores para continuar recebendo suporte, mas o mesmo não se aplica aos usuários domésticos e pequenas empresas. Mesmo problemas antigos e já conhecidos poderão ser explorados, uma vez que a Microsoft abandonará o sistema.

Como as falhas nunca serão corrigidas, os criminosos poderão se aproveitar até que a última máquina com o Windows XP desapareça da Internet. Eventualmente, os desenvolvedores vão parar de lançar programas com suporte para o XP, da mesma forma que já não lançam programas para o Windows 98, por exemplo.

Apesar de não ser algo que acontece repentinamente, não há dúvidas que, com o tempo, o sistema será cada vez mais deixado de lado por todos.

Escolha seus programas com sabedoria

Esqueça o Internet Explorer, mesmo em sua oitava versão - a última lançada para o XP. Ela já está obsoleta há gerações e não vai mais receber correções de segurança. Já o Google Chrome continuará recebendo atualizações para o sistema até abril de 2015.

Chrome e Firefox no Windows XP

O Mozilla Firefox, por sua vez, não divulgou até quando planeja oferecer suporte ao sistema. Portanto, mude imediatamente para o Chrome ou Firefox para ter acesso a navegadores modernos e seguros.

A maioria das soluções antivírus continuarão a suportar o Windows XP, inclusive o Microsoft Security Essentials, que dará suporte ao sistema até julho de 2015. Segundo a AV-TEST, pelo menos 30 empresas de segurança digital continuarão a suportar o sistema por pelo menos mais um ano. Houve até quem firmasse compromisso com o sistema até 2016.

Certifique-se de sempre estar usando um antivírus que de fato está recebendo atualizações, já que ter uma cópia de uma solução paga, mas expirada, não vai te ajudar em nada. E não se iluda achando que com um antivírus atualizado você será imbatível.

A Microsoft alerta que soluções antivírus em sistemas obsoletos tem eficácia limitada. Ainda assim, não siginifica que você não deva instalar uma solução contra pragas virtuais. Agora, mais do que nunca, é a hora de fazer isso.

Ainda usando o Outlook Express? Pare imediatamente. Se você não quer mudar de plataforma, passe a usar o Outlook que vem no Microsoft Office. Ou, se preferir, mude para o Mozilla Thunderbird, que deve receber atualizações por tempo indeterminado. Como terceira opção, você pode usar serviços de e-mail através dos navegadores Chrome ou Firefox.

Falando em Microsoft Office, a versão 2003 da suíte de escritório também será abandonada pela gigante de Redmond no próximo dia 08 de abril. Se você ainda usa essa versão ou anterior, deve atualizá-la imediatamente para uma versão mais recente do pacote ou mudar para o OpenOffice/LibreOffice. Se preferir continuar na suíte da Microsoft, só restará se adaptar à nova interface Ribbon.

Desinstale programas inseguros

O plugin Java é passível de ser explorado por criminosos em qualquer sistema. A menos que você precise muito, muito mesmo desse plugin, você deve desinstalá-lo. Mas se ainda for algo importante para você, ative-o somente quando necessário nos navegadores e sempre tenha a versão mais recente instalada em sua máquina.

Outros programas que vão se tornar ainda mais perigosos após o fim do suporte da Microsoft são o Adobe Flash Player e o Adobe Reader, portanto sempre os mantenha atualizados. As versões mais recentes se atualizam automaticamente, mas as antigas não. E se eles não forem mais úteis, o melhor é desinstalá-los.

Mozilla Plugin Check

Para ver se os plugins do seu navegador estão atualizados, use a ferramenta da Mozilla chamada Plugin Check. Ela faz uma varredura na máquina em busca de plugins que não estão nas versões mais recentes, permitindo atualizá-las se for o caso.

Ao contrário do que muitos pensam, a ferramenta funciona em todos os navegadores modernos e não apenas no Firefox. Portanto, vale a pena testá-la.

Fique offline

Digamos que alguma aplicação importantíssima ainda depende do Windows XP ou algum hardware só funciona até essa versão do sistema. Se for possível, prefira desconectar a máquina da internet e da rede local.

Use uma conta limitada

Em vez de usar uma conta de usuário com direitos de adminstrador diariamente, prefira uma conta limitada. Caso algum vírus tenha acesso a máquina, o estrago não será tão grande quanto poderia ser numa conta com maior nível de acesso.

Só faça login numa conta com direitos de administrador quando realmente necessário, como quando for instalar algum programa. Mesmo nesse caso, permaneça logado nela somente pelo tempo necessário e retorne à conta limitada o quanto antes.

Use o Windows XP numa máquina virtual

Desta forma, você poderá continuar usando o Windows XP e programas que dependem dele enquanto pode atualizar para uma versão mais recente do sistema. O XP Mode do Windows 7 permite fazer isso, rodando o Windows XP num container limitado dentro de uma janela na sua área de trabalho.

Windows XP numa máquina virtual

Você pode usar o XP Mode a partir do Windows 7 Professional. Versões inferiores a ela e o Windows 8 não possuem o XP Mode. Nesse caso, você terá que usar um software de virtualização de de máquina como o VMWare ou VirtualBoX.

Máquinas virtuais permitem rodar a maioria dos programas para o XP, mas não todos eles. Se for necessário o acesso a algum hardware, o programa pode falhar. Fique ciente de que o XP Mode também terá o suporte encerrado dia 08 de abril.

Rodar o Windows XP dentro de uma máquina virtual dentro de uma versão mais recente do Windows é muito mais seguro que usar o Windows XP como sistema operacional principal.

Abandone o barco

Se você não está interessado em pagar por uma versão mais recente do Windows ou comprar uma máquina nova, dê uma nova vida ao seu velho companheiro de guerra instalando alguma versão recente de uma distribuição Linux como o Ubuntu.

Ubuntu

O Ubuntu é um sistema operacional gratuito e desenvolvido para lidar bem com hardwares antigos, tendo garantia de atualizações de segurança pelos próximos anos e não somente até 2016.

Caso tenha interesse e seu computador tenha fôlego, pode ser possível instalar ao menos o Windows 7, que terá suporte até 2020. No entanto, se você está planejando continuar usando o Windows XP, é bom também começar a planejar um plano de fuga desse barco que está fadado ao naufrágio.