Agentes de privacidade de seis países solicitam detalhes sobre o Google Glass

Por Redação | 19.06.2013 às 11:19

O Google Glass ainda não chegou ao mercado, mas já tem causado algumas discussões sobre privacidade e seu uso. Depois do Congresso dos Estados Unidos questionar o Google sobre seus óculos inteligentes, representantes da área de privacidade de seis países encaminharam uma carta aberta à empresa solicitando mais detalhes sobre o Glass. As informações são do CNET.

Muitos estabelecimentos informaram que devem proibir o uso do Glass em suas instalações, já que acredita-se que o novo dispositivo poderá ser usado para gravar vídeos e tirar fotos de outras pessoas sem sua autorização e ferir assim sua privacidade. A carta, dirigida ao CEO da empresa, Larry Page, foi redigida por representantes do Canadá, Nova Zelândia, Austrália, México, Suíça e Israel, questionando como o Google pretende usar os dados coletados a partir do Glass, especialmente com relação às novas políticas de privacidade da companhia.

"Estamos conscientes de que estas questões se enquadram perfeitamente em problemas que nos dizem respeito como comissários de proteção de dados, bem como questões mais amplas como questões éticas que surgem a partir da computação vestível", escreveram os comissários. "No entanto, nós sentimos que é importante para todos nós levantarmos estas questões. Nós estamos muito interessados em ouvir sobre as implicações de privacidade deste novo produto e os passos que vocês estão dando para garantir que, assim que você se locomove usando o Google Glass, os direitos de privacidade de outras pessoas em todo o mundo sejam respeitados".

Entre as questões levantadas pelo grupo de comissários está como o Google pretende lidar com os dados coletados e armazenados a partir do Glass e como ele irá trabalhar a capacidade de reconhecimento facial, que deve ser instalada no aparelho no futuro. O Google, por sua vez, afirmou que como o Google Glass se trata de uma tecnologia muito nova, ele entende que questões importantes irão surgir ao passo que as novidades do aparelho vão sendo apresentadas.