ASMR | O que é e porque esse tipo de vídeo viralizou na internet?

Por Redação | 12 de Fevereiro de 2019 às 12h50
Siddharth Bhogra/Unsplash

Depois de um dia estressante o que você faz para relaxar? Se a resposta for sair da frente da tela do computador (ou do celular), está na hora de rever os seus conceitos. Isso porque a solução para problemas como estresse, ansiedade e até insônia pode estar exatamente na internet, mais precisamente no YouTube, nos aclamados vídeos de ASMR.

Eles vêm se tornando cada vez mais populares. No próprio YouTube, já há canais especializados na produção desse tipo de "conteúdo". Enquanto isso, na Twitch, uma categoria específica reúne streamers fazendo transmissões ao vivo de ASMR.

Mas o que é ASMR?

A sigla em inglês para Autonomous Sensory Meridian Response nada mais é do que uma resposta meridional sensorial autônoma, ou seja, uma sensação agradável gerada no corpo por um estímulo externo, que nos vídeos de ASMR costuma ser sonoro ou visual. Pense em sequências que podem chegar a 60 minutos de pessoas estourando um pedaço de plástico bolha, fazendo uma refeição, falando baixinho ou cortando barras de sabonetes coloridos.

Atualmente, estima-se que, apenas no YouTube, milhões de pessoas visualizem produções de ASMR todos os dias em busca de relaxamento, aumento da concentração ou de uma noite de sono melhor.

Tipos de conteúdo ASMR

A mágica do ASMR está no gatilho que vai despertar as sensações prazerosas em quem assiste aos vídeos. Uma pesquisa da Universidade Swansea sobre o tema classificou um ranking dos favoritos:

  1. Sussurros (75%)
  2. Atenção pessoal (69%)
  3. Sons nítidos (bater as unhas em objetos, arranhar, etc.) (64%)
  4. Sons vagarosos (53%)
  5. Sons repetitivos (36%)
  6. Sorriso (13%)
  7. Barulho de avião (3%)
  8. Barulho de aspirador de pó (2%)
  9. Risada (2%)

Outra técnica dos vídeos de ASMR é a reprodução de sons que simulam situações cotidianas que involuntariamente acabam tendo um efeito relaxante no espectador. São os chamados "roleplays".

Como explicar o fenômeno do ASMR?

Com tanta procura, é inevitável tentar entender a popularidade de conteúdos tão inusitados quanto os de ASMR. E talvez a resposta esteja na ciência. Ainda são poucas as pesquisas sobre o assunto, mas um estudo do Departamento de Psicologia da Universidade de Sheffield, na Inglaterra, monitorou as reações de voluntários ao assistirem a vídeos comuns e de ASMR.

A conclusão foi que as pessoas que assistiram aos conteúdos de ASMR tiveram suas frequências cardíacas reduzidas de forma significativa e ainda se mostraram mais relaxadas e com maior propensão a ter pensamentos positivos. Essas características são similares às de sensações provocadas por outras técnicas cientificamente comprovadas de redução de estresse, como ouvir música ou até o mindfulness, estado mental de atenção plena no presente.

Apesar das sensações como formigamento e prazer relatadas por espectadores de ASMR serem evidências que apontam para os benefícios relatados por quem assiste frequentemente aos vídeos, o que se sabe de fato é que muito disso se deve ao fator distração que eles provocam e ainda à sensibilidade de cada um. Na dúvida, recomendamos apertar o play e relaxar!

Fonte: Superinteressante, Minha Vida

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.