Google está muito perto de lançar tradutor de idiomas em tempo real no Android

Google está muito perto de lançar tradutor de idiomas em tempo real no Android

Por Claudio Yuge | 29 de Janeiro de 2020 às 11h10
Google

Desde o ano passado, o Google vem apresentando grandes melhorias em seu tradutor de idiomas. Sua inteligência artificial (IA) está cada vez mais poderosa, com o aprendizado de máquina realizando as otimizações nas traduções e a compreensão dos sons de maneira muito precisa. No ano passado, a companhia já havia disponibilizado um Modo Intérprete para smart display, com o dispositivo atuando como um mediador entre duas pessoas falando línguas diferentes. Agora, a gigante de Moutain View vai adiante.

Em uma apresentação nesta terça-feira (28), em São Francisco, a companhia mostrou os avanços de sua IA e uma das frentes foi justamente sobre a conversão de palavras e frases. Uma nova ferramenta permitirá que as pessoas usem seus telefones para transcrever e traduzir uma conversa em tempo real para um idioma que não está sendo falado.

Imagem: Reprodução/CNET

No momento, o recurso está sendo testado em vários idiomas, incluindo espanhol, alemão e francês, e a computação deve acontecer, pelo menos inicialmente, na nuvem do Google, não nos dispositivos. O software será distribuído via app Google Tradutor nos próximos meses, ainda sem, uma data certa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Avanços na IA

O Google lembrou que, no ano passado, a companhia conseguiu projetar um processador quântico chamado Sycamore, que, em 200 segundos, concluiu uma tarefa que, segundo a empresa, levaria 10 mil anos para ser realizada no supercomputador atualmente mais rápido do mundo.

A companhia citou também um projeto chamado I/O Braid, que permite às pessoas controlar um dispositivo interagindo com um fio. Por exemplo, você pode iniciar, parar e aumentar o volume da música no seu smartphone apertando ou torcendo o cabo de fones de ouvido. Outra iniciativa, oriunda do Google Health, tem como objetivo tentar detectar anemia em pacientes.

Para encerrar, a Gigante das Buscas falou sobre a necessidade de uma regulamentação sobre a IA, especialmente com elementos como os deepfakes e reconhecimento facial. "Não há dúvida de que a inteligência artificial precisa ser regulamentada. É muito importante falar sobre esse assunto. A única questão é como abordá-lo", diz o CEO Sundar Pichai.

Fonte: CNET  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.